A reconstrução da rede pública hospitalar estadual vai contemplar a população do Cariri paraibano com um importante suporte na prestação dos atendimentos nas áreas de urgência e emergência. O Hospital Regional Santa Filomena, em Monteiro, considerado o maior da região, conforme anunciou a secretária executiva da Saúde, Lourdinha Aragão, em visita a unidade nesta terça-feira,17, terá suas obras retomadas pelo Governo do Estado e um investimento superior a R$ 5 milhões será realizado para dotá-lo de infra-estrutura necessária para o atendimento à população.

O Hospital Regional Santa Filomena integra o rol das 30 unidades deixadas abandonadas pela gestão anterior e que serão retomadas e concluídas, conforme determinação do governador José Maranhão. “O hospital de Monteiro é uma das prioridades levantadas pela Caravana da Reconstrução e que será dado o devido tratamento pelo governador”, adiantou Lourdinha Aragão ao confirmar que o hospital ganhará uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI), hemodiálise e novo bloco de internação.

A secretária executiva da Saúde, Lourdinha Aragão, explicou que a visita objetiva levantar a real situação do hospital a fim de oferecer subsídios a Suplan (Superintendência de Planejamento de Obras), responsável por uma agenda de trabalho voltada a dar celeridade às obras. “A saúde será priorizada no governo José Maranhão, pois a população precisa e merece receber assistência de qualidade numa área considerada carente de atenção dos gestores públicos”, destacou.

No mês passado, a unidade em Monteiro prestou quase 4 mil atendimentos à população de 17 municípios, chegando a atender pessoas de outros Estados, a exemplo do vizinho Pernambuco. No local são feitos em média 150 atendimentos diários nas áreas de urgência e emergência ambulatorial e hospitalar, entre outras.

No Hospital Regional Santa Filomena trabalham quase 130 profissionais que contam com uma infra-estrutura de quase 40 leitos para cirurgia geral, clínica geral, obstetrícia, pediatria cirúrgica e clínica, entre outros. A unidade conta com equipamentos modernos como eletrocardiograma, raio-X, ventiladores mecânicos, desfibriladores, berço aquecido, equipamentos de fototerapia e incubadoras.
A atual secretária Executiva de Saúde, Lourdinha Aragão, que ocupou a direção do Santa Filomena por 2 anos, na primeira gestão do governador José Maranhão, disse conhecer de perto a unidade. Ela lamentou o descaso com que o equipamento foi tratado pela gestão anterior, pois ainda na sua gestão disse que deixou encaminhado um projeto de ampliação que previa a construção de uma UTI adulto e infantil, construção de uma unidade de hemodiálise, além de transformar a maternidade em referência no atendimento de alto risco. “Mas, como próprio assegurou o governador José Maranhão, saúde voltará a ser prioridade”, disse.

Além de ir ao hospital de Monteiro, Lourdinha Aragão aproveitou a agenda de trabalho para visitar a 5ª gerência regional de Saúde.
 

 

 

Assessoria

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Tubarão martelo, com risco de extinção, é capturado no Litoral Sul paraibano

Um tubarão martelo foi capturado na Praia do Sol, Litoral Sul paraibano, na noite da última quinta-feira (17). Segundo as informações que foram divulgadas neste sábado (19), a captura foi…

Análise: em meio a crise no PSL, Julian tenta escapar da “pecha” de traidor

O processo de separação dos gêmeos siameses, também chamados de gêmeos xifópagos ou conjugados, foi praticamente concretizado. Antes ardorosos amigos e escudeiros um do outro, o deputado federal Julian Lemos…