Por pbagora.com.br

A Assembleia Legislativa da Paraíba aprovou nesta quarta-feira (6) a redução das mensalidades de instituições de ensino da rede privada durante a não realização das aulas presenciais em momento de pandemia da Covid-19. No entanto, para entrar em vigor, o Projeto de Lei 1.696 precisa antes ser sancionado pelo governador João Azevêdo.

De acordo com o chefe do Executivo estadual, o texto deverá ser enviado à Procuradoria-Geral do Estado para que seja verificada a constitucionalidade.

O texto foi aprovado pelo Legislativo com base no Código de Defesa do Consumidor. Para os deputados, a não realização de aulas presenciais resulta na economia de despesas com consumo de água, de energia elétrica, limpeza, entre outros e essa economia precisa ser repassada aos estudantes e pais de alunos.

Estados como o Mato Grosso, Goiás, Pernambuco e Ceará apresentaram ou, até mesmo, já aprovaram textos semelhantes.

O texto passou pela ALPB com o voto favorável de 23 deputados e 11 contra.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Dia do Servidor Público: veja repartições públicas da Paraíba que fecham nesta 4ª

O feriado do Dia do Servidor Público é comemorado no dia 28 de outubro, mas será transferido, em alguns órgãos públicos da Paraíba, para a sexta-feira (30). Confira a lista…

Fundac altera cronograma do concurso para contratação de 400 agentes

O concurso público para o preenchimento de 400 vagas de agentes socioeducativos da Fundação de Desenvolvimento da Criança e do Adolescente “Alice de Almeida” (Fundac) foi retomado em agosto e…