Por pbagora.com.br

Em solenidade de entrega da Escola Municipal  Professor Afonso Pereira da Silva, na manhã de hoje, no conjunto Cidade Verde, o prefeito Ricardo Coutinho (PSB) declarou que não vai suspender o contrato com a empresa SP Alimentação LTDA de terceirização dos serviços de distribuição de merenda escolar na rede municipal de ensino.

“Não vou suspender, o processo foi limpo e nenhuma empresa questionou o processo de licitação. Não vou atender aos desejos das empresas que perderam”, enfatizou o prefeito. Neste final de semana, uma fonte chegou a revelar que o prefeito admitiria a revisão do processo de terceirização.

Representantes do Sintem – JP reivindicam a suspensão do contrato, solicitando que sejam formadas comissões de licitação nas próprias escolas. A nota dessa solicitação estava prevista para ser entregue ao prefeito entre os dias de hoje e amanhã, mas Ricardo Coutinho já adiantou que não haverá suspensão de contrato.

A categoria considera o processo “nocivo”, porque resultará na demissão de merendeiras e ainda evitará a valorização do comércio local. Além disso, o contrato com a SP Alimentação gerou suspeitas por parte da oposição na Capital uma vez que a empresa está envolvidas em investigações do Ministério Público em São Paulo por participação em esquemas de fraudes de licitações com diversas prefeituras.

Redação PB Agora

 

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

TRE-PB acompanha investigação sobre apreensão de R$ 128 mil dentro de veículo

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE), desembargador José Ricardo Porto afirmou, em entrevista nesta sexta-feira (23) que a corte estará atenta aos crimes cometidos durante a campanha.…

João Azevêdo autoriza a promoção de mais de 200 policiais militares

O governador João Azevêdo autorizou o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Euller Chaves, a promover mais 203 policiais militares, desta vez para a graduação de cabos. A lista com o…