Em solenidade de entrega da Escola Municipal  Professor Afonso Pereira da Silva, na manhã de hoje, no conjunto Cidade Verde, o prefeito Ricardo Coutinho (PSB) declarou que não vai suspender o contrato com a empresa SP Alimentação LTDA de terceirização dos serviços de distribuição de merenda escolar na rede municipal de ensino.

“Não vou suspender, o processo foi limpo e nenhuma empresa questionou o processo de licitação. Não vou atender aos desejos das empresas que perderam”, enfatizou o prefeito. Neste final de semana, uma fonte chegou a revelar que o prefeito admitiria a revisão do processo de terceirização.

Representantes do Sintem – JP reivindicam a suspensão do contrato, solicitando que sejam formadas comissões de licitação nas próprias escolas. A nota dessa solicitação estava prevista para ser entregue ao prefeito entre os dias de hoje e amanhã, mas Ricardo Coutinho já adiantou que não haverá suspensão de contrato.

A categoria considera o processo “nocivo”, porque resultará na demissão de merendeiras e ainda evitará a valorização do comércio local. Além disso, o contrato com a SP Alimentação gerou suspeitas por parte da oposição na Capital uma vez que a empresa está envolvidas em investigações do Ministério Público em São Paulo por participação em esquemas de fraudes de licitações com diversas prefeituras.

Redação PB Agora

 

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Prefeita de Conde já pagou mais de R$ 2 milhões a empresas citadas na Calvário

Pelo menos três empresas investigadas pela Operação Calvário, na Paraíba, possuem contratos ativos com a Prefeitura Municipal de Conde, que é comandada pela prefeita Márcia Lucena, do PSB. A J.R.…

CBTU retira imóvel irregular próximo à linha férrea, na Grande JP

Na manhã desta segunda-feira (21), a Polícia Federal em conjunto com a Polícia Militar e a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) retirou um imóvel construído em área irregular, próxima…