O debate sobre a revogação do título de cidadão pessoense voltou à pauta na Câmara Municipal de João Pessoa, nesta quarta-feira (02), e, por decisão da maioria, a proposta foi negada. Autor da proposta que concedeu o título a Bolsonaro, Carlão da Consolação destacou os avanços da gestão do PSL e lamentou o fato de socialistas não reconhecerem isso: “O Nordeste é uma das maiores portas de saída da agricultura do país e tem sido contemplado pelo presidente. A vereadora Sandra parece desconhecer isso. É difícil para ela ver os progressos que o governo de Bolsonaro está conseguindo. Há pessoas que ficam desestabilizadas quando veem um governo combatendo a corrupção”

Já para a vereadora Sandra Marrocos (PSB), Bolsonaro não prestou nenhum serviço ao município de João Pessoa que justificasse o reconhecimento.

“Usarei de todas as medidas possíveis para revogar a atrocidade que é conceder um título a um incompetente e inconsequente como Jair Bolsonaro! Lutarei com todas as minhas forças contra esse título”, disse Sandra Marrocos.

Somente ela, Marcos Henriques (PT) e Tibério Limeira (PSB) defenderam a revogação. Os demais vereadores votaram para manter a honraria ao presidente.

“Nós concedemos um título ao então presidente Luiz Inácio Lula da Silva e hoje ele está preso. Nós iríamos revogar também?”, indagou o vereador Dinho.

 

Redação

.

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Cavalo morre e motociclista fica ferido em colisão, na estrada de Lucena

Um cavalo morreu e um motociclista ficou gravemente ferido, após colidirem, na noite de ontem, sábado (04), em uma estrada que corta o município de Lucena, na Paraíba. O acidente aconteceu…

Martha Rocha, a primeira Miss Brasil, morre no Rio de Janeiro

De acordo com informações, ela sofreu um infarto, com parada respiratória, foi levada para um hospital, mas não chegou à tempo A primeira Miss Brasil, Maria Martha Hacker Rocha, morreu…