Gestores da Secretaria de Estado da Receita e da Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizaram a primeira reunião técnica com o objetivo de desenvolver um software que integre os sistemas dos dois órgãos. Durante a reunião, que aconteceu na sede da Gerência de Tecnologia da Informação (GTI) da Receita Estadual, os gestores discutiram os melhores métodos e aplicações, visando à interligação dos sistemas de videomonitoramento eletrônico nas rodovias do Estado.

Segundo o gerente de Tecnologia de Informação da Receita Estadual, Rômulo Agra, “Inicialmente, ficou definido que a partir do sistema da PRF, que monitora os veículos nas rodovias federais e nas cidades por meio da captura das placas, será desenvolvida uma aplicação para a fiscalização de mercadorias em trânsito da Secretaria da Receita do Estado, como parte do processo de modernização deste setor de fiscalização. A aplicação receberá como entrada a informação da placa do veículo e a tratará em nossos sistemas, resultando na possibilidade de diversos diagnósticos fiscais”, resumiu.

No último mês de abril, a Receita Estadual e a Superintendência da Polícia Rodoviária Federal (PRF) na Paraíba firmaram convênio para o compartilhamento de dados, informações e imagens dos sistemas desenvolvidos entre as duas instituições. Atualmente, a PRF utiliza um dos sistemas mais eficientes em videomonitoramento nas rodovias federais. 

Na prática, os dois órgãos passarão a ter acesso aos bancos de imagens, mas também poderão prestar auxílio e oferecerem, em caso de necessidade, de capacitação aos servidores designados para a operação dos sistemas, ampliando a capacidade de monitoramento das rodovias com transporte de cargas (bens, combustíveis e mercadorias).

Mudança radical na fiscalização – Segundo o secretário de Estado da Receita, Marialvo Laureano, a integração dos sistemas dos dois órgãos “será o primeiro passo da nova forma da fiscalização do setor de mercadoria em trânsito da Receita Estadual. Vamos promover uma mudança radical neste setor de fiscalização, modernizando essa modalidade com uso de muita tecnologia, inclusive de inteligência artificial da PRF, para termos resultados mais assertivos e efetivos para o setor de fiscalização de mercadoria em trânsito”, avaliou.

PB Agora

 


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

BASTIDORES: José Maranhão acena bandeira branca para João Azevêdo

O mal-estar instalado dentro da cúpula socialista na Paraíba continua a gerar desdobramentos. Depois do ex-governador Roberto Paulino (MDB) convidar o governador João Azevêdo (PSB) para se filiar à legenda,…

Projeto proíbe hospitais de cobrarem taxa extra por uso de TV e ar-condicionado

A Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) aprovou, nesta terça-feira (17), o Projeto de Lei 407/2019, do presidente da Casa, Adriano Galdino, proibindo que…