Por pbagora.com.br

Pandemia. Crise sanitária global. Qualquer evento que promova aglomerações poderá trazer consequências graves. É assim que pensa o secretário executivo de Saúde da Paraíba, Daniel Beltrami. Em entrevista concedida à emissora de rádio de João Pessoa, Beltrammi recomendou que os prefeitos não realizem festividades de carnaval em suas cidades.

Mesmo com a chega da vacina, a quantidade de pessoas vacinadas não traz segurança na contenção da disseminação do novo coronavírus. “A Secretaria entende que o carnaval está muito próximo, temos um pequeno espaço de tempo até lá e, nesse momento, a situação de pandemia na Paraíba e no Brasil não permite que tenhamos eventos de rua com alto grau de aglomeração de pessoas”, declarou Beltrammi.

Na avaliação do secretário, a realização do carnaval diante da situação atual, traria sérias consequências. “Seria uma tragédia sanitária, então, neste sentido, para o final da segunda quinzena de fevereiro, fica impraticável pensar em festividades de carnaval”, arrematou.

 

PB Agora

Notícias relacionadas

Operação conjunta do Procon e Vigilância Sanitária, fiscalizam empresas de transporte coletivo em JP

Em operação conjunta, a Prefeitura de João Pessoa, através do Procon com apoio da Guarda Municipal e da SEMOB, está realizando fiscalização nas empresas de transporte coletivo. Desde às 4h30,…

Polícia Civil firma parceria com Sinduscon/PB para prevenir violência doméstica

A Polícia Civil da Paraíba e o Sindicato da Indústria da Construção Civil da Paraíba (Sinduscon/PB) assinaram, nesta quarta-feira (23), um acordo para a realização de ações de combate e…