Em nota divulgada nesta terça-feira (31), a direção do PSOL na Paraíba informou que o  professor Nelson Júnior ferido ontem (30) na Câmara Municipal de Campina Grande, durante protesto da Reforma da Previdência, passa bem após ter sofrido um corte no rosto.

Segundo a nota, Nelson Júnior está em recuperação e o partido se solidariza com ele “e com todas e todos que estiveram presentes no protesto. O trabalhador campinense tem o poder de reivindicar seus direitos e debater sobre um desconto tão significativo.”

Veja a nota do PSOL na íntegra

PSOL lamenta ataque contra o Professor Nelson Junior em Campina Grande

O PSOL Paraíba lamenta o ocorrido hoje na Câmara Municipal de Campina Grande, onde o companheiro filiado e dirigente do nosso partido, Professor Nelson Junior, sofreu um ferimento durante a votação da reforma na Previdência dos Servidores Municipais. O mesmo estava participando de um protesto contra o aumento da alíquota previdenciária para 14% aos trabalhadores da Prefeitura, consequência da reforma. Nelson sofreu um corte próximo ao olho esquerdo durante o protesto e foi levado ao Hospital de Trauma da cidade, e após receber o  atendimento encontra-se em recuperação.

Atos como este nos mostram o quão dispostos estão os vereadores a aprovar um aumento de alíquota previdenciária que afeta o salário dos servidores nos últimos dias do ano. O PSOL se solidariza com o companheiro e com todas e todos que estiveram presentes no protesto. O trabalhador campinense tem o poder de reivindicar seus direitos e debater sobre um desconto tão significativo.

PSOL-PB um partido que não foge da luta.

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

TJPB: Ação Penal contra ex-procurador da PB será julgada pela Justiça Comum

A Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Paraíba decidiu, por unanimidade, que a competência para processar e julgar a ação penal contra o ex-procurador-geral do Estado, Gilberto Carneiro, e…

Justiça mantém liminar e divulgação do resultado do SISU pode ser suspensa

Estudantes devem esperar posição do MEC Após os erros na correção das provas do Enem 2019 e instabilidade durante o período de inscrições do SISU 2020, a Justiça Federal de…