Por pbagora.com.br

 Dezenas de moradores das cidades de Joca Claudino, Uiraúna, Bernadinho
Batista e Poço Dantas, no alto Sertão da Paraíba, interditaram a BR-405,
desde as primeiras horas da manhã desta segunda-feira (10). O protesto é
contra a paralisação das obras na BR-434, que dá acesso a essas cidades e
liga a Paraíba ao Ceará.

O protesto está sendo realizado na entrada da cidade de Uiraúna, e já está
causando um grande congestionamento de carros de passeios e caminhões. Os
manifestantes querem a presença de representantes do Departamento Nacional
de Infraestrutura de Transporte (DNIT), para uma explicação sobre a
interrupção das obras.

Segundo o deputado estadual Frei Anastácio, que esteve no local na semana
passada, as obras estariam paralisadas, há dois anos, devido a problemas
que teriam surgido por meios de embargos em consequência de achados
paleontológicos nas escavações. “Mas, isso não justifica todo esse atraso.
Tem que haver uma solução. Já houve até mortes em acidentes provocados
pelos buracos deixados pela obra inacabada”, disse o deputado.

O parlamentar informou que a primeira etapa da obra seria um percurso de 26
quilômetros. Mas, só foram concluídos 12 quilômetros, que inclusive, já
estão precisando de reparos.

“O pior de tudo é que, com o abandono da obra, os vândalos já furtaram
muito material deixado nos canteiros e numa ponte que está sendo
construída. Isso é um absurdo. Não podemos ficar calados diante de um
tratamento desse dado ao povo da região e ao dinheiro do contribuinte”,
disse o deputado.

 

Ascom

Notícias relacionadas

Paraíba ultrapassa 280 mil casos de covid-19; 24 pessoas morreram nas últimas 24h

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) registrou, neste domingo (18), 893 casos de Covid-19. Entre os confirmados hoje, 39 (4,36%) são casos de pacientes hospitalizados e 854 (95,64%) são…

João Azevêdo se emociona ao falar da covid e revela que tem sofrido de insônia

A pandemia da Covid-19, impôs aos gestores um grande desafio. O avanço da doença, o aumento do número de óbito, o risco iminente de colapso no sistema público de saúde,…