Por pbagora.com.br

 A automação, o crescimento da malha rodoviária e o maior poder de compra dos consumidores brasileiros, ampliaram a falta de mão de obra no setor de transportes de cargas no Brasil. Dados do setor de transporte, informados pela Confederação Nacional de Transportes (CNT), indicam que há carência de aproximadamente 100 mil motoristas profissionais no País.

Para tentar amenizar essa situação, a CNT, por meio do Sest Senat, lançou o projeto Primeira Habilitação para o Transporte, que abre a perspectiva de 50 mil jovens obterem a primeira Carteira Nacional de Habilitação (CNH), categoria B, de graça.

De acordo com a Assessoria de Imprensa da CNT, em Brasília, não existe número de vagas determinadas por Estado, porque é um processo de pré-seleção. Haverá uma triagem, onde serão checadas a veracidade das informações, já que há o risco de algumas serem equivocadas ou falsas. “Todas as informações terão que ser provadas. A definição da quantidade de vagas vai depender quando o processo estiver concretizado”, informou a Assessoria.



Redação com Assessoria

Notícias relacionadas

Nota Cidadã paga prêmios aos ganhadores do mês de março

O Programa Nota Cidadã, por meio da Loteria Estadual da Paraíba (Lotep), realizou a transferência de pagamento dos prêmios em dinheiro de 17 dos 21 ganhadores do sorteio do mês…

Policiais mortos pela covid terão homenagens póstumas, na Paraíba

As entidades que representam as polícias Civil e Militar na Paraíba realizarão, na próxima quinta-feira (15), uma grande carreata em homenagem aos policiais mortos e infectados pelo coronavírus. A concentração…