Os agricultores paraibanos estão plantando desde a primeira semana de fevereiro o feijão e o milho distribuídos pelo programa de sementes patrocinado pela Secretaria da Agricultura Familiar do Ministério do Desenvolvimento Agrário. Dos 26.520 agricultores beneficiados no Estado, 25.479 já estão com as sementes em mãos. Estão sendo distribuídas 132 toneladas de feijão e 265 toneladas de milho. Cada agricultor está recebendo 5 quilos de feijão e 10 quilos de milho.

 

No território paraibano que forma o território da Zona da Mata Sul, aproximadamente 100 por cento dos agricultores que trabalham ali já estão com as sementes, correspondendo a 811 agricultores familiares atendidos com 12.165 de sementes de milho e de feijão. No território do Cariri Oriental, o Programa preparou 24 municípios para a distribuição de sementes, contemplando assim 12.455 agricultores. Mais cinco municípios também receberão as sementes nos próximos dias, o que irá atender a outros 2.059 agricultores.

 

A próxima etapa do programa irá beneficiar os agricultores do território da Borborema, quando serão atendidos 3.785 agricultores que receberão 56.775 quilos de sementes, finalizando, assim, a entrega de sementes no Estado da Paraíba. O Programa de Sementes, segundo o presidente da Emater-PB, Nivaldo Magalhães, é executado em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e o Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA).

 

Segundo o coordenador do Programa de Sementes da SAF/MDA, João Marcelo Intini, o Ministério do Desenvolvimento Agrário e a Embrapa já cumpriram o
prazo de produção e entrega das sementes, segundo o calendário agrícola de cada Estado. Ele explicou que ficou sob a responsabilidade dos Estados e dos
municípios a retirada das sementes nas unidades locais da Embrapa, além de sua distribuição com os agricultores contemplados.

 

Ele ressaltou ainda que o programa é voltado exclusivamente para os agricultores familiares que participam do Garantia-Safra, seguro de produção
que beneficia os agricultores do Semiárido brasileiro em caso de perda comprovada de mais da metade da safra agrícola, no caso de seca ou de
excesso de chuvas, que atinjam a produção de Alimentos na área.

PROGRAMAÇÃO PARA 2009

 

Segundo o MDA, mais de 180 famílias de agricultores de seis Estados brasileiros serão beneficiadas com o programa de sementes, que vai distribuir cerca de 2.700 toneladas de milho e de feijão durante o ano de 2009. Já foram entregues sementes em Minas Gerais, Paraíba e Piauí. Os Estados do Ceará e Alagoas serão os próximos a receber sementes. Para o cumprimento do programa nos cinco Estados deverão ser gastos recursos da ordem de 11,5 milhões de reais, sendo 9,5 milhos do MDA e milhões da Embrapa.

 

As autoridades federais informaram que 2009 é o terceiro ano de existência do Programa de Sementes. No primeiro ano, em 2006, foram distribuídas
sementes com 40 mil famílias do Semiárido. Em 2007, o número aumentou para 92 mil famílias. A estratégia de distribuição de sementes é apenas uma das
ações do Programa voltado para a agricultura familiar no Nordeste. A ação tem a finalidade de agir em caráter emergencial, distribuindo sementes para
socorrer agricultores inscritos no Garantia-Safra.

SECOM

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

João Azevêdo participa da solenidade alusiva ao dia do patrono da Polícia Militar

O governador João Azevêdo participou, nesta terça-feira (20), da solenidade alusiva ao dia do patrono da Polícia Militar da Paraíba, Coronel Elísio Sobreira, realizada no Espaço Cultural, em João Pessoa.…

Troféu Gonzagão 2019 acontece nesta quarta-feira em CG e presta homenagem a Jackson do Pandeiro

Considerado o “Oscar” da música regional, o Troféu Gonzagão acontece nesta quarta-feira (21) no Teatro Facisa, em Campina Grande. A 11ª edição do Troféu um dos principais eventos de forró…