Por pbagora.com.br

O professor e psicólogo Aluízio Lopes de Brito morreu na madrugada desta quarta-feira (18), aos 53 anos, por Covid-19, em um hospital privado de João Pessoa. Ele era membro da Secretaria de Orientação e Ética do Conselho Federal de Psicologia (CFP).

Aluízio tinha graduação em psicologia e mestrado em filosofia. Era professor no curso de psicologia em instituições privadas em João Pessoa e também coordenava um curso de pós-graduação. Além disso, Aluízio também foi professor de filosofia em escolas.

O CFP divulgou uma nota de pesar após a morte do psicólogo. “Ele era conhecido pela sua incansável contribuição em defesa da profissão e dos direitos humanos, balizadores do exercício profissional da Psicologia. Era o amigo leal e centrado, o líder assertivo e agregador, o gestor democrático e acolhedor”, diz trecho do texto.

Conforme informações da família, o psicólogo não tinha nenhuma comorbidade, ou seja, não tinha uma doença prévia que o colocasse como grupo de risco. Aluízio era casado e deixa três filhos.

PB Agora com G1

Notícias relacionadas

Após reajuste da Petrobras, gás de cozinha fica mais caro a partir desta segunda

Dois meses se passaram do último aumento do Gás de Cozinha e a Petrobrás anuncia para essa segunda-feira (14) o quinto reajuste de 2021. O botijão GLP 13 kg vai…

MS libera recursos para compra de castramóvel em Cajazeiras e Guarabira

Os municípios de Cajazeiras e Guarabira vão receber nos próximos dias, cada um, R$161.667,00 para a compra de castramóvel –  veículo utilizado para realização de cirurgias de castração em cães…