Por pbagora.com.br
 
 

O professor e psicólogo Aluízio Lopes de Brito morreu na madrugada desta quarta-feira (18), aos 53 anos, por Covid-19, em um hospital privado de João Pessoa. Ele era membro da Secretaria de Orientação e Ética do Conselho Federal de Psicologia (CFP).

Aluízio tinha graduação em psicologia e mestrado em filosofia. Era professor no curso de psicologia em instituições privadas em João Pessoa e também coordenava um curso de pós-graduação. Além disso, Aluízio também foi professor de filosofia em escolas.

O CFP divulgou uma nota de pesar após a morte do psicólogo. “Ele era conhecido pela sua incansável contribuição em defesa da profissão e dos direitos humanos, balizadores do exercício profissional da Psicologia. Era o amigo leal e centrado, o líder assertivo e agregador, o gestor democrático e acolhedor”, diz trecho do texto.

Conforme informações da família, o psicólogo não tinha nenhuma comorbidade, ou seja, não tinha uma doença prévia que o colocasse como grupo de risco. Aluízio era casado e deixa três filhos.

PB Agora com G1

 
 
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Covid: em domingo de eleição, PB registra 102 novos casos e 04 mortes

A Paraíba registrou, neste domingo (29), 102 novos casos de Covid-19 e 04 óbitos confirmados desde a última atualização, 03 deles nas últimas 24h. Até o momento, 145.212 pessoas já…

João autoriza ordens de serviço para obras de mobilidade que somam R$ 13 mi

O governador João Azevêdo autorizou, nesta segunda-feira (30), durante o programa semanal ‘Fala, governador’, transmitido em cadeia estadual pela Rádio Tabajara, as ordens de serviço para restauração da PB-323 e…