Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

A Autarquia de Proteção e Defesa do Consumidor do Estado da Paraíba (Procon-PB) foi às ruas, nessa sexta-feira (29), fiscalizar os estabelecimentos que participam da Black Friday. A ação teve o objetivo de conferir eventuais alterações nos preços e garantir os direitos do consumidor.

No balanço parcial, 55 lojas foram fiscalizadas, 29 delas autuadas. Elas terão 10 dias para apresentar defesa administrativa, e sete foram notificadas por auto de constatação. O Setor de Fiscalização, em parceria com a Comissão de Defesa do Consumidor da OAB/PB e Assessoria Jurídica do Órgão, participaram da fiscalização junto com alunos dos cursos de Ciências Contábeis e Gestão Financeira.

“A cada ano, o Procon-PB se prepara com antecedência para a operação Black Friday. Fazemos monitoramento de lojas físicas, como também, virtuais. As denúncias apresentadas pelos consumidores foram todas verificadas”, observou Késsia Liliana, superintendente do Procon-PB. O consumidor pode ainda fazer sua denúncia através da plataforma consumidor.gov.br, ou pelo Portal da Cidadania, através da aba “Registrar Denúncia Procon”, ou ligar gratuitamente para o número 151.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Chuvas na Paraíba elevam volumes de água de açudes monitorados por AESA

As chuvas caídas nesse início de ano no Sertão, Alto Sertão, Cariri e Curimataú paraibano , elevaram o nível de água de muitos dos 134 reservatórios monitorados pela Agência Executiva de…

Em Brasília, João tenta destravar cerca de R$ 800 milhões em empréstimos

Nesta terça-feira (28), o governador João Azevêdo participa de reuniões no Ministério do Desenvolvimento Regional, na Funasa e no Tesouro Nacional, em Brasília, com o objetivo de destravar empréstimos para…