A Paraíba o tempo todo  |

Primeira-dama da PB visita Centro de Diagnóstico do Câncer e discute ampliação dos serviços

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

A primeira-dama do Estado, Ana Maria Lins, esteve, nesta quarta-feira (1°), no Centro Especializado de Diagnóstico do Câncer (CEDC). Ao lado da primeira-dama do município de João Pessoa, Lauremília Lucena, ela discutiu diversas parcerias para ampliar os serviços oferecidos, a exemplo do tratamento precoce contra o câncer de próstata. 
 
O CEDC é um órgão do Governo do Estado, referência na detecção dos cânceres de colo de útero e mama. Mas outros serviços também são oferecidos à população. 
 
Na ocasião, Ana Maria Lins destacou a importância do CEDC e falou da expectativa para a ampliação dos serviços oferecidos à população. “É um órgão que presta relevantes serviços à população. Por isso é muito importante que o Governo do Estado esteja atento às suas necessidades”, disse, ressaltando que a ampliação dos serviços oferecidos para a população masculina é um grande passo. 
 
A expectativa é que, até dezembro, o Centro Especializado de Diagnóstico do Câncer também ofereça tratamento precoce contra o câncer de próstata. As atividades serão realizadas em um novo espaço, com equipamentos de última geração.
 
A primeira-dama do município de João Pessoa, Lauremília Lucena, também destacou a importância do CEDC. “É um serviço importante, que atende à mulher, e é importante que todos demos as mãos, buscando parcerias, trabalho em conjunto para melhorar ainda mais o serviço ofertado aqui”, disse. 
 
Uma das pautas discutidas entre as primeiras-damas e a direção do CEDC foi a retomada da parceria com a Prefeitura de João Pessoa para regulação de consultas no órgão.
 
A diretora-geral do CEDC, Roseane Machado, agradeceu a visita de Ana Maria Lins e de Lauremília Lucena. “Nós recebemos essa visita com uma alegria muito grande. Para nós, que fazemos gestão pública, é importante esse alinhamento, em que mostramos projetos, discutimos meios para que possamos atender de forma ainda mais humanizada à população que nos procura”, concluiu.

Da Redação com Assessoria

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe