Por pbagora.com.br

O automóvel estava clonado com placa de um veículo sem restrição de roubo ou furto. A quantidade de veículos que estavam clonados quando foram recuperados pela PRF na PB este ano já representa 72% do total de carros, motos e até caminhões recuperados

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) na Paraíba recuperou na manha desta terça-feira (14) um veículo roubado em São Paulo que estava circulando clonado nas rodovias federais do estado. Um homem de 63 anos foi detido durante a abordagem.

Os policiais realizavam rondas na BR 101, km 120, no município de Caaporã, quando abordaram o veículo Honda Civic. Durante a fiscalização, os policiais perceberam que o automóvel possuía indícios de adulteração em alguns elementos de identificação veicular. Após uma vistoria minuciosa, os policiais perceberam que na verdade o veículo era clonado e tratava-se de um carro roubado no ano de 2017 em São Paulo.

O condutor do veículo, um homem de 63 anos, informou que comprou o carro em Recife mas que não transferiu, não recebeu a documentação para realizar a transferência de propriedade e não soube informar o valor da compra. Além do carro roubado, o documento do veículo apresentado durante a fiscalização também apresentava indícios de falsificação. O homem foi detido e encaminhado à Polícia Civil e deverá responder pelos crimes de receptação e uso de documento falso.

Veículos clonados – Apenas este ano já foram recuperados pela PRF nas rodovias federais da Paraíba 75 veículos com ocorrência de roubo ou furto, sendo que 54 deles apresentavam indícios de alguma adulteração veicular, o que dificulta a identificação do crime e exige uma fiscalização minuciosa para localizar a fraude. Algumas vezes o condutor se quer tinha conhecimento do crime e adquiriu o veículo de boa fé. A PRF orienta que os proprietários de veículos que estiverem recebendo multas em locais por onde não trafegaram que procurem a instituição para relatarem a possibilidade do veículo estar clonado.

Dicas para comprar carro usado – A PRF orienta também que ao comprar um veículo usado é importante que o novo proprietário realize a transferência de propriedade do bem, sempre desconfie de anúncios tentadores, leve a um mecânico de confiança e conheça a procedência do veículo. Jamais deve-se realizar compras de veículos sem os trâmites oficiais de compra e venda, tais como registro em cartório do Certificado de Registro de Veículo, conhecido como DUT,e transferência de propriedade junto ao Detran. Jamais adquira um veículo baseado apenas em promessas de transferências futuras. Desta forma, o cidadão evitará adquirir um bem produto de crime.

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Justiça defere pedido do MPE e proíbe carreatas e comícios na 63ª Zona Eleitoral

A Justiça Eleitoral deferiu tutela antecipada pedida pelo Ministério Público e proibiu a realização de comícios, carretas, passeatas, caminhadas ou qualquer outro evento eleitoral que possa causar aglomeração nos municípios…

Acidente deixa carro preso entre dois caminhões na BR-230

No final da manhã desta segunda-feira (28), um acidente envolvendo um carro de pequeno porte e dois caminhões congestionou o tráfego na BR-230, em João Pessoa, nas imediações da sede…