Preso em operação da PF contra fraude na previdência figurava como pré-candidato à CMCG e já tinha até slongan para ‘iludir’ aposentados

Uma fonte que pediu para não ser revelada, declarou ao Portal PB Agora que um dos suspeitos presos pela Polícia Federal na “Operação Agendamento Virtual”, na manhã da última quarta-feira, (05), é um pré-candidato a vereador em Campina Grande e já tinha apoio de um importante político paraibano do Congresso Nacional.

Por ironia do destino o slogan do pré-candidato a vereador é: “Agora é hora do aposentado” e já existiam centenas de carros adesivados em Campina Grande. Pelo slogan do pré-candidato não dá para saber se era a hora de melhorias ou se era a hora do aposentado se dar mal. Uma coisa é certa, ele conseguiu ser ficha suja, antes mesmo de ser político.

Outra coisa interessante é que ele já estava muito bem nas pesquisas internas e apontava como um dos preferidos para ocupar uma vaga na Câmara Municipal de Campina Grande (CMCG).

Não é a toa que o modus operandi utilizado pelo bom moço consistia em conceder indevidamente aposentadorias e pensões, fator este primordial para angariar votos e contra-favores. Mas fica a pergunta: Quem seria o político que direta ou indiretamente precisava de favores desse pobre rapaz? Será que agora, depois de preso pela PF, ele continuará tendo apoio desse político?

 

 

PB Agora

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Galdino destaca trabalho intenso da Assembleia para combater impactos da Covid

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Adriano Galdino, fez um balanço, na noite desta segunda-feira (1), em live nas redes sociais, das atividades realizadas pela Casa durante a…

Comissão aprova proibição de apreensão de veículos com IPVA em atraso na PB

A Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa da Paraíba aprovou nesta terça-feira (02) a proibição da apreensão de veículos que estejam com o IPVA e taxas de licenciamento…