Preso em operação da PF contra fraude na previdência figurava como pré-candidato à CMCG e já tinha até slongan para ‘iludir’ aposentados

Uma fonte que pediu para não ser revelada, declarou ao Portal PB Agora que um dos suspeitos presos pela Polícia Federal na “Operação Agendamento Virtual”, na manhã da última quarta-feira, (05), é um pré-candidato a vereador em Campina Grande e já tinha apoio de um importante político paraibano do Congresso Nacional.

Por ironia do destino o slogan do pré-candidato a vereador é: “Agora é hora do aposentado” e já existiam centenas de carros adesivados em Campina Grande. Pelo slogan do pré-candidato não dá para saber se era a hora de melhorias ou se era a hora do aposentado se dar mal. Uma coisa é certa, ele conseguiu ser ficha suja, antes mesmo de ser político.

Outra coisa interessante é que ele já estava muito bem nas pesquisas internas e apontava como um dos preferidos para ocupar uma vaga na Câmara Municipal de Campina Grande (CMCG).

Não é a toa que o modus operandi utilizado pelo bom moço consistia em conceder indevidamente aposentadorias e pensões, fator este primordial para angariar votos e contra-favores. Mas fica a pergunta: Quem seria o político que direta ou indiretamente precisava de favores desse pobre rapaz? Será que agora, depois de preso pela PF, ele continuará tendo apoio desse político?

 

 

PB Agora

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Celulares pré-pagos da PB e mais 16 estados devem ser recadastrados até hoje

Os titulares de linha telefônica pré-paga da Paraíba e mais 16 estados têm até esta segunda-feira (18) para recadastrar e atualizar seus dados, sob risco de ficarem com o serviço…

Romero prestigia chegada das águas do São Francisco em cidade do Cariri, nesta 2ª

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, vai liderar uma comitiva, nesta segunda-feira, 18, para esperar a chegada das águas da Transposição do Rio São Francisco, na cidade de Monteiro,…