Por pbagora.com.br

Nem nome nem número. A condição para se filiar aos quadros do Cidadania na Paraíba é o apoio e a fidelidade ao governo João Azevêdo na Paraíba. A declaração é do presidente estadual, da sigla, Ronaldo Guerra, que projeta para depois do Carnaval um grande evento de filiação para comemorar não apenas a chegada do governador, mas também de prefeitos, vice-prefeitos e vereadores que já solicitaram à adesão à agremiação.

Nesta segunda-feira pelo menos três prefeitos que deixaram o PSB na semana passada já assinaram a ficha de filiação ao Cidadania. Quem pegou a dianteira foi o prefeito da cidade de Sousa, Fábio Tyrone, seguido dos gestores Chico Mendes, da cidade de São José de Piranhas, e Gervásio, do município de Bernardino Batista.

“Nesse momento estamos querendo qualidade na filiação e sobretudo fidelidade ao comando do governador e ao projeto do governador, à gestão do governador, é isso que a gente precisa e não de quantidade”, ressaltou.

Guerra não quis adiantar números, mas a expectativa é que entre cerca de 40 e 50 prefeitos, egressos não apenas do PSB, desembarquem na legenda.

“Na realidade eu não gosto de falar sobre os números, é bom não entrar nesse detalhe. De repente eu digo que é um número e vem uma quantidade menor, ou até mesmo maior, e eu acabo me contradizendo”, ponderou.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Eleitora passa mal após votação e morre na rua, em João Pessoa

Uma mulher passou mal após votar nas eleições municipais de João Pessoa, neste domingo (29) e morreu. Ela estava em uma escola da avenida Ruy Carneiro, quando caiu e passou…

Maguito Vilela, do MDB, é eleito prefeito de Goiânia

Maguito Vilela, do MDB, foi eleito neste domingo (29) prefeito de Goiânia para o mandato de 2021 a 2024. Internado em tratamento contra o coronavírus há mais de 1 mês,…