Condenada a pagar uma dívida de R$ 12 milhões com a Cagepa, conforme decisão judicial , a prefeitura de Campina Grande vai procurar a instituição para fazer um acerto de contas. A garantia foi dada pelo procurador-geral do município, Fábio Thoma.

Em entrevista ao PB Agora, ele disse que parte da dívida foi feita na gestão do então prefeito Cássio Cunha Lima (PSDB). “Essas dívidas vêm desde 1995 e parte do débito já foi prescrito. Teremos que negociar levando em consideração essa prescrição”, declarou Thoma.

Segundo ele, a própria Cagepa deve a prefeitura cerca de R$ 6 milhões em IPTU e ainda em ISS (Imposto sobre Serviços). “Vamos, portanto, fazer um acerto de contas e é provável que, no final, a própria Cagepa e que fique nos devendo”, declarou.
 

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Coordenador do Bolsa Família de CG concede coletiva para esclarecer denúncia

O coordenador municipal do Bolsa Família em Campina Grande, Rubens Nascimento, irá conceder uma entrevista coletiva ainda na manhã desta terça-feira (22), para prestar com detalhes todas as informações sobre…

João de Deus não tem doença grave o deve seguir preso, conclui laudo

Há 10 meses na cadeia, João Teixeira de Faria, conhecido como João de Deus, passou por exames clínicos e psiquiátricos no Tribunal de Justiça de Goiás, que revelam o atual estado…