Condenada a pagar uma dívida de R$ 12 milhões com a Cagepa, conforme decisão judicial , a prefeitura de Campina Grande vai procurar a instituição para fazer um acerto de contas. A garantia foi dada pelo procurador-geral do município, Fábio Thoma.

Em entrevista ao PB Agora, ele disse que parte da dívida foi feita na gestão do então prefeito Cássio Cunha Lima (PSDB). “Essas dívidas vêm desde 1995 e parte do débito já foi prescrito. Teremos que negociar levando em consideração essa prescrição”, declarou Thoma.

Segundo ele, a própria Cagepa deve a prefeitura cerca de R$ 6 milhões em IPTU e ainda em ISS (Imposto sobre Serviços). “Vamos, portanto, fazer um acerto de contas e é provável que, no final, a própria Cagepa e que fique nos devendo”, declarou.
 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

João Azevêdo lança programa de habitação e anuncia R$ 15 mi em investimentos

O governador João Azevêdo lançou, nesta quarta-feira (22), o novo programa de habitação popular do Estado da Paraíba – ‘Parceiros da Habitação’. A ação, que receberá investimentos de R$ 15…

Em JP, Cagepa suspende abastecimento após rompimento de adutora

A Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) está trabalhando no conserto de uma adutora de água, no bairro Jardim Veneza, na Capital, desde o início da tarde desta…