A Paraíba o tempo todo  |

Prefeitura de Campina Grande firma parceria com o MPT para combate ao trabalho infantil

A Prefeitura Municipal de Campina Grande, por meio da Secretaria de Educação (Seduc), firmou, nesta terça-feira, 22, um acordo de cooperação técnica com o Ministério Público do Trabalho, através da Procuradoria Regional do Trabalho da 13ª Região, para a implementação do projeto “MPT na Escola no ano de 2022”. O Projeto tem como objetivo levar à comunidade escolar os temas do combate ao trabalho infantil e da promoção da aprendizagem profissional.

Por meio da metodologia proposta, os técnicos das Secretarias de Educação dos municípios são capacitados para tratar dos referidos temas e, em seguida, promover a multiplicação desses conhecimentos junto aos professores da rede municipal de ensino que, por sua vez, levam à sala de aula as discussões sobre estas questões, apoiados em material didático que é gratuitamente fornecido pelo próprio Ministério Público do Trabalho.

De acordo com o secretário de Educação de Campina Grande, Raymundo Asfora Neto, o projeto tem valor crucial, ante o contexto atual, tendo em vista a necessidade do combate efetivo à alta incidência do trabalho infantil no município.

“O MPT já é parceiro da Educação de Campina Grande em outras frentes e agora esse projeto estreita ainda mais esses laços, para intensificar o trabalho neste sentido. A erradicação do trabalho infantil é uma problemática de interesse comum à toda a sociedade. É preciso garantir, na totalidade, os direitos das nossas crianças e adolescentes”, pontuou Asfora.

A assinatura do acordo foi formalizada no Centro de Tecnologia Educacional (CTE), que fica localizado no centro da cidade. Estiveram presentes, na ocasião, o secretário de Educação, Raymundo Asfora Neto; a secretária executiva de Educação, Socorro Siqueira; a promotora do MPTPB, Maria Edlene Lins Felizardo; e a coordenadora do projeto “MPT na Escola” pela Seduc, Fabíola Gaudêncio.

Ações 

A promotora do MPTPB, Maria Edlene Lins Felizardo, e a coordenadora municipal do projeto, Fabíola Gaudêncio, estão realizando uma formação para os coordenadores Pedagógicos, diretores e  gestores das escolas selecionadas, os quais repassarão as orientações pedagógicas aos demais envolvidos que, por sua vez, farão a abordagem dos temas propostos para os alunos dos 4º, 5º, 6º e 7º anos. Os profissionais incentivarão os estudantes a realizarem trabalhos (nas categorias conto, poesia, música e desenho) que permitam a avaliação da eficácia do projeto e posterior inscrição em concurso a ser organizado pelo Ministério Público do Trabalho.

 

Da Redação com Assessoria

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe