Por pbagora.com.br

Nesta sexta-feira (22), o prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (Progressistas) repudiou as inúmeras denúncias de pessoas que estariam furando a fila de prioridades para receber a vacina contra a covid-19 e disse que os casos suspeitos de João Pessoa estão sendo apurado e consequentemente serão levados ao Ministério Público para que haja as sanções necessárias nos casos que forem comprovados.

Cícero destacou que tanto ele quanto o governador João Azevêdo são terminantemente contra quaisquer privilégios no sentido de que vacinas sejam aplicadas em pessoas fora dos grupos prioritários.

“Já estamos apurando porque não é a prática nem a orientação nem minha nem do governador João de fazer qualquer privilégio em qualquer momento e em particular num momento desse de tanta dificuldade” declarou.

PB Agora

Notícias relacionadas

Prefeitura de CG diz que cancelamento do São João não está confirmado

Em nota emitida pela Prefeitura de Campina Grande na manhã desta terça-feira (02), o prefeito Bruno Cunha Lima esclareceu que ao contrário do que está repercutindo sobre um possível cancelamento…

Veja a previsão do tempo para esta terça-feira (2) na capital

Segundo o instituto Climatempo, o dia deve ser marcado por sol com algumas nuvens em João Pessoa. A previsão é de esta terça-feira (2) seja parecida com ontem, quando chuvas…