Por pbagora.com.br

As Polícias Civil, Polícia Militar e Energisa flagraram desvio de energia, o famoso ‘gato’, em uma fábrica de gelo de grande porte, no distrito industrial de Guarabira. A ação foi realizada após denúncias e estudos realizados pelo Centro de Inteligência do Departamento de Combate a Perdas de Energia, da Energisa. O proprietário foi preso em flagrante e encaminhado para delegacia local.
 
Agora, após constatado o furto, a Energisa vai levantar quanto de energia foi desviada e por quanto tempo. Conforme previsto no Código Penal, art. 155, o furto de energia é crime e o responsável pode ser condenado a até oito anos de reclusão e multa. “Além do crime, o Governo do Estado deixa de arrecadar mais de R$ 35 milhões por ano e a população perde com isso, uma vez que os valores poderiam ser revertidos em infraestrutura básica, como saúde e educação”, afirma Felipe Costa, gerente de Combate a Perdas.

Redação

Notícias relacionadas

Anvisa autoriza importação excepcional da vacina Sputnik V

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) concedeu autorização, por meio do Circuito Deliberativo nº 539/2021, para a importação excepcional da vacina Sputnik V pelos estados do Rio Grande do…

Campina Grande anuncia barreiras sanitárias em aeroporto e rodoviária

A Prefeitura de Campina Grande confirmou nesta quarta-feira (16) que a gestão realizará barreiras sanitárias no município no intuito de tentar barrar a circulação de novas  variantes da covid-19. As…