O prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital do Rêgo, dá início nessa terça-feira, 10 de março, a distribuição de sementes de milho e feijão aos agricultores dos distritos de Galante, São José da Mata e Catolé de Boa Vista, inscritos no Programa Garantia Safra. Veneziano Vital fará a entrega simbólica às 9h no Posto Milênio, localizado na Alça Sudoeste, acompanhado do secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Alex Azevedo, dentre outras autoridades.

Ao todo serão distribuídas gratuitamente 40 toneladas de sementes de milho e feijão, adquiridas pela Prefeitura de Campina Grande numa parceria com o Ministério do Desenvolvimento Agrário do Governo Federal. Serão beneficiados com a entrega 2,6 mil agricultores dos distritos campinenses. A distribuição, que acontece pelo quinto ano consecutivo, é a garantia que os agricultores da zona rural do município possuem de, havendo chuva, garantir o sustento de sua família pelo resto do ano, viabilizando assim, melhoria nas condições de vida e dando dignidade ao homem do campo.

A distribuição gratuita é o compromisso da atual administração com os trabalhadores da zona rural. Além das sementes a Prefeitura campinense tem investido na construção de centenas de cisternas de placas, escolas, unidades de saúde, creches e na melhorias das estradas vicinais, além de outras iniciativas para fixar o homem no campo. “E é justamente por isso que, na zona rural, nossa aprovação de Governo é de mais de 70 por cento”, destacou o prefeito.
 

 

CODECOM

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Caminhão carregado de maracujá tomba e moradores furtam carga, na PB

Nesta segunda-feira (14) um caminhão carregado de maracujá tombou na BR-101, próximo a cidade de Santa Rita, na Grande João Pessoa. De acordo com as informações, o motorista do caminhão…

Paraíba tem 5ª menor taxa de pessoas mortas por policiais no primeiro semestre de 2019

A Paraíba é o quinto estado com menor taxa de pessoas que foram assassinadas por policiais nos primeiros seis meses de 2019. Os dados são do Monitor da VIolência, com…