O procurador geral do Estado, Harrison Targino, abriu na tarde desta segunda-feira (09), o seminário interno para os 15 novos procuradores que ingressaram nos quadros da Procuradoria Geral do Estado (PGE) por meio de concurso público.

O evento, que terá uma séries de palestras, será encerrado nesta terça-feira (10). A abertura do evento teve a presença da procuradora adjunta, Mônica Figueiredo, do corregedor geral, Augusto Sérgio e do primeiro secretário da OAB, Geilson Salomão, além de todos os procuradores lotados no órgão.

“As palestras visam, sobretudo, integrar os novos procuradores e informá-los sobre a estrutura da PGE, dando-lhes uma visão geral do funcionamento do órgão”, explicou o procurador geral. “Teremos a oportunidade de, ao dar as boas-vindas, qualificá-los para as atribuições específicas de fazer a representação judicial e extrajudicial da Paraíba”, completou.

Um dos palestrantes do seminário é o procurador Ricardo Lucena, que é gerente regional dos oitavo e nono núcleos, respectivamente Sousa e Catolé do Rocha. “Vamos fazer uma explanação sobre o trabalho realizado nas respectivas gerências regionais, de forma a familiarizar os novos procuradores com os processos em tramitação tais como reintegração de posse, ações ordinárias, ações trabalhistas e execuções fiscais”, informou Lucena. “Este seminário é de suma importância para que os novos procuradores tenham um espelho das atividades da PGE na Capital e no interior do Estado”, afirmou.

Os novos procuradores foram empossados na semana passada, em solenidade realizada no Palácio da Redenção, com a presença do governador Cássio Cunha Lima. Em seu discurso, o governador destacou a importância que o seu governo vem dando à categoria, ressaltando a realização de dois concursos públicos no âmbito da PGE e a implantação do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR). “Vocês chegaram num instante em que a carreira de procurador está muito valorizada na Paraíba”, avaliou.

O procurador geral, por sua vez, enfatizou que o número de procuradores dobrou na Paraíba, justamente pelo empenho da atual gestão em qualificar os serviços prestados pela PGE com o instrumento do concurso público. está se pensando não só no presente, mas também no futuro da PGE”, disse o procurador geral, ao agradecer a deferência do governador para com a categoria.

Atualmente, a PGE conta com 45 procuradores ativos.
Dos 15 procuradores empossados semana passada, três serão designados para atuar em Campina Grande. Os demais ficarão lotados em João Pessoa, nas procuradorias especializadas.

 

SECOM

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Litoral da PB tem seis praias impróprias para banho; maré alcança 1,9 m

O Litoral paraibano tem seis praias impróprias para banho neste final de semana segundo o relatório divulgado pela Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema). Os trechos estão distribuídos entre…

Mulher de 40 anos é morta a tiros em João Pessoa e polícia procura suspeito

Mais um crime contra a mulher foi praticado na Paraíba. A vítima foi morta a tiros na madrugada deste sábado (24), em João Pessoa. De acordo com a Polícia Militar,…