Por pbagora.com.br

DataVox atesta: 94,2% da população aprovam as medidas da Prefeitura de Campina Grande de prevenção e combate à doença. Instituto fez pesquisa no Município nos últimos dias 4 e 5 de junho

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, apresentou na manhã desta segunda-feira, 8, pelas redes sociais, os dados de uma pesquisa de opinião pública sobre a Covid-19 na cidade. A pesquisa foi uma iniciativa do Instituto DataVox. Segundo o prefeito, o levantamento revelou a percepção da população acerca dos serviços prestados pela prefeitura municipal no combate à pandemia do novo coronavírus. A live contou, ainda, com a participação de Bruno Agra, da DataVox, e do secretário municipal de Saúde, Filipe Reul, além do secretário chefe de Gabinete, Alcindor Villarim, entre outras autoridades.

A pesquisa atestou que as medidas adotadas pela Prefeitura de Campina Grande tiveram, até o momento, um índice de aprovação de 94,2% da população. Já o índice dos que desaprovam é de apenas 2,7%, enquanto 3,1% não sabem ou não opinaram sobre esta questão. Na avaliação do prefeito Romero Rodrigues, a avaliação da comunidade “é extremamente positiva, demonstrando o apoio coletivo e o fato de que governo municipal tem adotado as medidas ou estratégias certas no combate à pandemia”.

Logo no início da live, o prefeito revelou que a pesquisa foi executada sem custos para os cofres municipais e que ela vai contribuir para a tomada de decisões e a adoção de providências ou iniciativas destinadas à prevenção e combate ao coronavírus na cidade.

“A informação é fundamental neste momento para o combate a esta doença”, afirmou, agradecendo ao instituto de pesquisa pela iniciativa em favor do aperfeiçoamento da metodologia de trabalho na área de saúde.

O diretor do DataVox, Bruno Agra, informou que a pesquisa foi feita por telefone, ouvindo pessoas de 38 bairros e dois distritos. Com isso, o Instituto DataVox ofereceu a sua contribuição para o enfrentamento à pandemia, desenvolvendo e produzindo uma pesquisa fundamental para a tomada de decisões administrativas. Dez entrevistadores estiveram fazendo a coleta.

Esclareceu que não houve nenhum acerto prévio com a PMCG para a realização da pesquisa, pois o próprio governo municipal desconhecia a execução deste trabalho, cujos dados só foram levados ao conhecimento ao prefeito Romero Rodrigues após eles terem sidos levantados.

Outros dados – Segundo a pesquisa, 17,7% dos campinenses dizem que não tomaram ciência das ações do governo municipal, mas já 82,3% atestam que tomaram conhecimento das ações e medidas adotadas pela prefeitura municipal de Campina Grande. Sobre as mudanças na vida cotidiana de cada campinense, 2% dizem que levam uma vida normal e sem qualquer mudança; 32,2% estou tomando cuidados, mas saem de casa apenas para trabalhar e praticar outras atividades; 42,7% saem de casa somente quando é inevitável e 15,7% estão totalmente isolados.

Sobre o cumprimento das recomendações da Secretaria Municipal de Saúde para ficar em casa e usar máscaras, 70,4% acompanham tais recomendações, enquanto 21% apenas em parte. Sobre os sintomas da covid-19 (que também estão presentes em outros tipos de viroses): 15,7% disseram que já apresentaram algum sintoma, enquanto 84,3% disseram que não tiveram quaisquer sintomas.

Quanto à recente antecipação de feriados em Campina Grande, a pesquisa atestou 70,7 % concordaram com a ação da prefeitura em unificar feriados, parando a cidade por cinco dias. Já 27,1% não concordaram.

Em relação ao fechamento do comércio de Campina Grande, os dados revelam que o fechamento tem o apoio 48% dos entrevistados; 35,9% acham que deveriam ser reabertos alguns setores da atividade comercial. Por fim, 12,9% concordam que a atividade comercial deva ser reaberta totalmente e 2,8% não opinaram.

Sobre a avaliação do desempenho da Secretaria Municipal de Saúde no combate ao coronavírus, os resultados foram os seguintes: Ótimo (10,3%); Bom (44,4%); Regular (39,3%); Ruim (2,3%) e Péssimo (2%). Para o secretário de Saúde, Filipe Reul, os dados são fundamentais para o trabalho desenvolvido em favor da saúde da população de Campina Grande, o que pode até subsidiar alterações e aperfeiçoamentos nas ações do governo municipal.

 

Codecom / PMCG

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PL prevê restrições de salários para servidores que não se vacinarem

Um projeto de Lei de autoria do deputado estadual Ricardo Barbosa prevê que paraibanos ou residentes na Paraíba que sejam servidores estaduais ou de fundações, empresas, institutos e sociedades mantidas…

Cícero anuncia suspensão do Carnaval em JP e fortalecimento da festa para 2022

O prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (Progressistas), anunciou na manhã desta segunda-feira (18) a suspensão do Carnaval este ano por conta da pandemia da covid-19. Em entrevista coletiva o…