O pastor Luiz Lourenço, mais conhecido como “Poroca”, prestou entrevista ao Diário do Sertão e falou sobre a polêmica decisão de um juiz federal que liberou psicólogos para oferecerem supostos tratamentos contra a homossexualidade – conhecidos popularmente como “cura gay”.

 

O juiz federal da 14ª Vara do Distrito Federal Waldemar Cláudio de Carvalho concedeu uma liminar que autoriza psicólogos do Brasil a oferecerem a seus pacientes formas de terapia de reversão sexual. Esse tipo de procedimento era vedado no país pelo Conselho Federal de Psicologia desde 1999.

Durante a entrevista, o pastor parabenizou o juiz por ter autorizado a “cura gay”, e revelou que a homossexualidade é uma doença que tem cura:

“No momento que o homem deixar seus pecados ele será curado, isso é uma doença e só é curada com oração e a espiritualidade, mas é preciso abandonar essas práticas que são contra Deus. Os psicólogos vão trabalhar, mas cuidado, essa doença pega até com o vento, pois, é um espírito, uma imoralidade, disse Poroca.

 

 

 

Fonte: Diário do Sertão

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Genival diz que filiação de Galdino ao Avante só em 2021, mas que sigla já está aberta para Leitão

O deputado estadual e presidente do Avante-PB, Genival Matias comentou a especulação de que o presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba deputado estadual Adriano Galdino (PSB), teria se filiado ao…

Berg atende clamor e faz entrega de pavimentação de ruas em Bayeux

Na manhã da última sexta-feira (08), o prefeito Berg Lima junto com a equipe da Secretaria de Planejamento, visitaram a pavimentação concluída das ruas da comunidade Casa Branca, atendendo clamor…