Por pbagora.com.br

O parlamentar chama a sociedade para opinar se é favorável a essa medida aprovada pela Comissão de Políticas Públicas da CMJP, da qual ele não faz parte

A Comissão de Políticas Públicas da Câmara Municipal de João Pessoa aprovou, à unanimidade, o parecer pela aprovação da Emenda à Lei Orgânica que pretender aumentar mais 2 vagas de vereador no Poder Legislativo pessoense. O vereador Bruno Farias (PPS/Cidadania), que não integra a referida comissão reafirma seu compromisso e sua convicção em ser contrário à essa medida.

“Eu fico me questionando se os nossos representantes estão alheios ou indiferentes ao que ocorre ao seu redor. Será que a cidade quer mais dois vereadores na CMJP? Será que essa é a pauta prioritária dos pessoenses? Essa é uma medida de interesse relevante para os nossos cidadãos?”, questiona.

Segundo o parlamentar, João Pessoa tem problemas e desafios mais urgentes para serem resolvidos e enfrentados do que se debruçar sobre o aumento do números de vagas no Parlamento. “No momento em que o país clama por redução da máquina administrativa e do tamanho do Estado, a gente caminha na contramão”, observa.

Para Bruno, a legitimidade da CMJP não está alicerçada na quantidade de vereadores, mas, sim, na qualidade e na eficiência do trabalho legislativo, que envolve a fiscalização dos recursos públicos e o debate sobre os principais temas da cidade.

“Se a CMJP representa a pluralidade de pensamentos e segmentos da cidade, por que não ouvir a população a esse respeito? Será que o povo aprova o aumento de vereadores? Vamos mobilizar a sociedade para que ela possa ser a protagonista desse debate. Que a CMJP não contrarie o povo”, diz.

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PB Agora/Datavox: Ricardo Pereira lidera na espontânea, em Princesa Isabel

O atual prefeito do município de Princesa Isabel, Ricardo Pereira, do Cidadania, também lidera a pesquisa eleitoral PB Agora/Datavox na modalidade espontânea (aquela em que o entrevistado diz o nome…

Exclusivo: SD e Avante se unem em JP e Cartaxo sofre consequências da indicação

Extra! Era assim que os meninos que vendiam jornal e falavam nas décadas de 30 e 40 sobre as desenvolturas dos acontecimentos nacionais do Brasil e do mundo. Hoje tal…