Por pbagora.com.br

A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), em parceria com o Governo do Estado, já iniciou a solução do problema de tratamento de água da fonte interativa da Praça Desembargador Osias Nacre Gomes, no Jardim Oceania. O espaço foi interditado depois de uma fiscalização da Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema), em dezembro de 2020. Após denúncias de moradores da área, o órgão realizou a análise da água e constatou que a fonte estava imprópria para banho.

Durante a vistoria realizada nesta segunda-feira (18), equipes da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurb) e da Companhia de Água e Esgoto da Paraíba (Cagepa), estabeleceram que a PMJP vai atuar com toda a automação, manutenção e zeladoria da fonte e da praça. Já a Companhia, ficará responsável pelo tratamento da água. A Sedurb já estabeleceu uma equipe fixa para o local e já está providenciando as adequações solicitadas pela Cagepa.

“Verificamos que a limpeza dos filtros do reservatório não foi feita desde a inauguração, por isso, o lixo conseguia entrar no local, colaborando para que a água não fosse apropriada para banho. Teremos tratamento especializado da água, um técnico da Sedurb para executar a manutenção do reservatório, trabalhando em parceria com a Companhia, que vai monitorar a qualidade da água. Tudo isso para que a população usufrua do espaço público com qualidade de vida. Afinal de contas, é inadmissível que uma fonte, pensada para crianças, estivesse funcionando de maneira insalubre”, explicou o secretário Fábio Carneiro (Sedurb).

A Cagepa também já está dando celeridade à solução do problema. “A princípio, faremos uma coleta para analisar a questão físico-química e ver como deveremos atuar a partir de agora. Forneceremos o tratamento adequado da água, com a aplicação de cloro, de maneira semanal. Após a conclusão da análise, veremos as condições microbiológicas e saberemos se será necessário outro tipo de serviço. Vamos ainda encaminhar uma equipe para, periodicamente, analisar o reservatório e executar o tratamento”, explicou Evanisa Trigueiro Dantas, química industrial e subgerente de Água e Esgoto da Cagepa.

Os moradores e trabalhadores do entorno da praça já estão felizes com o trabalho que está sendo realizado para a reativação da fonte. “Bastava ligar a água, que a gente já sentia o mau cheiro. Ninguém aguentava ficar perto. Teve criança, inclusive, que apresentou manchas na pele”, explicou o taxista Welton de Vasconcelos, que trabalha na lateral da praça.

PB Agora

Notícias relacionadas

Covid: em fevereiro, PB já registrou mais que o dobro de casos do mês de janeiro

No mês de fevereiro, a Paraíba já registrou mais de mil novos casos da covid-19 a mais que no mês de janeiro. De acordo com boletim epidemiológico emitido pela Secretaria…

Inmet emite alerta de chuvas intensas para 98 municípios da PB

Um alerta amarelo para chuvas intensas foi emitido pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) e direcionado a 98 dos 223 municípios paraibanos. A previsão é de chuvas entre 20mm/h e…