O governador José Maranhão participou nesta segunda-feira (6), em Brasília,
no Palácio do Planalto, do encontro do presidente Luiz Inácio Lula da Silva
com governadores e prefeitos contemplados com obras da segunda etapa do
Programa de Aceleração do Crescimento (PAC2). De acordo com o governador
Maranhão, no PAC2 a Paraíba foi contemplada com obras de abastecimento
d’água, esgotos sanitários e na área de habitação.

Na área da Cagepa – Companhia de Água e Esgotos da Paraiba – O PAC2 aprovou
seis projetos do grupo 1 e três projetos do grupo 2, nas áreas de
abastecimento d’água e esgotamento sanitário, com recursos em torno de R$
114,7 milhões.

Do grupo 1 apresentado pela Cagepa, o Governo da Paraíba aprovou projetos de
esotamento sanitário para os bairros de José Américo, Valentina Figueiredo e
praias do Seixas e Penha, totalizando R$ 33,421.576,83. Em abastecimento
d’água João Pessoa foi contemplada com R$ 30.457.763,35 para melhorias nos
reservatórios 1, 2, 6 e 11, e melhorias na Estação de Tratamento d’Água de
Gramame. Em Santa Rita uma barragem de nível vai ser construída com recursos
de R$ 1.671.511,78.

Com relação aos projetos do grupo 2 enviados pela Cagepa ao PAC2, foram
aprovadas três obras de esgotamento sanitário para as cidades de Cabedelo
(R$ 32,4 milhões); Cajazeiras (R$ 11,5 milhões) e Guarabira, com recursos
da ordem de R$ 5,4 milhões. Os três projetos somam R$ 49,3 milhões. O
Governo Maranhão aprovou ainda projeto na área de habitação. A Comunidade
Laranjeiras, em Campina Grande será urbanizada.

*Lula* – Em seu pronunciamento o presidente Lula estimulou os governantes a
trocarem a “choradeira” por “projetos” na hora de pedir dinheiro ao governo
federal. O encontro reuniu centenas de prefeitos e diversos governadores. O
presidente disse ainda que o PAC2 tem muito mais dinheiro e, com bons
projetos, prefeitos e governadores conseguirão liberar recursos.

Um apelo do presidente foi no sentido de que o Brasil precisa
vencer a dengue. Lula aconselhou que governadores e prefeitos realizem
mutirões de limpeza e assim combatam o mosquito da dengue, sobretudo neste
verão. Ainda sobre a doença Lula citou que os estados do Acre, Rondônia,
Amazonas, Roraima, Bahia, Pernambuco, Ceará, Sergipe, Piauí, Rio de Janeiro,
Maranhão e regiões de São Paulo e Minas Gerais são áreas que apresentam
maior risco.

 

Assessoria

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PL de Wilson Filho obriga autoescolas a melhorarem qualidade dos serviços

Em 2018 e 2019, cerca de um terço dos candidatos à Carteira Nacional de Habilitação (CNH) reprovaram na prova prática para obtenção da licença para dirigir. Os dados, que evidenciam…

Projeto obriga bares a auxiliar mulheres em situação de risco

A Comissão de Direitos da Mulher da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) aprovou, durante reunião nesta quarta-feira (18), por unanimidade, o projeto 303/2019, de autoria do presidente da Casa, Adriano…