Por pbagora.com.br

A lei estadual nº 10.715 de 22 de junho de 2016 garante que pacientes transplantados tenham preferência nos atendimentos dos serviços públicos. Sendo assim, no próximo domingo (15), dia de eleições municipais, fica assegurada a prioridade nas filas das seções.

Para comprovação, será exigido o documento emitido por órgão público do Sistema Único de Saúde (SUS).

“É importante que a sociedade tome conhecimento e garanta esse direito aos pacientes transplantados no dia da votação, a exposição deve ser a mínima possível. A lei prioriza os pacientes transplantados e tem como finalidade garantir o direto ao voto, mas, sobretudo, proporcionar cuidado e zelo pela saúde do cidadão”, esclareceu a chefe do Núcleo de Ações Estratégicas da Central de Transplante da Paraíba, Rafaela Carvalho.

 

Redação com Assessoria

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

CG: MPPB e MPF recomendam revogação de artigo de decreto que libera eventos

O Ministério Público, através dos seus ramos Federal (MPF) e do Estado (MPPB), expediu recomendação, nessa quarta-feira (25/11), ao Município de Campina Grande para que , seja revogado o artigo…

Em debate, Nilvan reforça retomada da economia e programa vale gás em JP

O candidato a prefeito de João Pessoa, Nilvan Ferreira disse que a pandemia causada pela covid-19 aumentou as desigualdades sociais, por isso é fundamental que nesse momento sejam realizadas ações…