Por pbagora.com.br

A pandemia do coronavírus tem deixado todo o mundo em alerta e, na Paraíba, não é diferente. Os pacientes, logo que apresentam sintomas, buscam unidades de saúde para avaliar se foram infectados e assim poderem preservar a si e ao próximo. No entanto, algumas pessoas, portadoras de planos de saúde, que têm apresentado os sintomas da Covid-19, relatam que não estão conseguindo o retorno em serviço dos planos de saúde que bancam.

Uma paciente, que pediu para ter o nome preservado, relatou ao portal PB Agora que, no dia de ontem, quarta-feira (22), esteve no Hospital da Unimed, em João Pessoa, e se deparou com o que classificou de descaso na triagem dos atendimentos dos casos suspeitos de coronavírus.

Ela disse que desde o final de semana apresenta sintomas, como dor de cabeça, vias respiratórias obstruídas e corpo dolorido, e decidiu procurar o hospital para saber se poderia ter sido infectada pela doença, mas, ao chegar lá, não passou nem dois minutos sendo avaliada e sequer foi encaminhada para realizar o teste ou recebeu alguma requisição para realizar exames. O atendimento apenas prescreveu para ela azitromicina, que é um antibiótico, e um xarope para tosse, e a informou que, caso os sintomas não desaparecessem, ela voltasse a procurar o Hospital.

OUÇA

“Eu não passei dois minutos no consultório naquela triagem da Covid-19. Quem me atendeu não fez exame ou solicitou exame algum, apenas passou azitromicina, um xarope, somente isso”, desabafou.
Indignada com a omissão, a paciente levou a reclamação à Ouvidoria do Hospital diante do momento atípico, e do cenário de aumento no número de casos na Paraíba.

“Liguei para ouvidoria para levar à reclamação até lá. Em um momento como esse que estamos vivendo, tratar o paciente com tamanho descaso é desumano. É terrível e o atendimento da Unimed, tem deixado muito a desejar. A gente vive em uma corda bamba, então a Unimed, já que não queria fazer o exame, deveria pelo menos solicitar por meio de requisição os exames. É uma palhaçada o atendimento e a triagem lá”, relatou.

A reportagem do PB Agora entrou em contato com a Unimed para saber como está sendo realizado o procedimento e se é normal o procedimento instantâneo que vem sendo adotado pela unidade de saúde. Ainda não recebemos respostas.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PB Agora/Datavox: Zé Mangueira lidera na espontânea com 44,7%, em Triunfo

O atual prefeito do município de Triunfo, Zé Mangueira, do PTB, também lidera a pesquisa eleitoral PB Agora/Datavox na modalidade espontânea (aquela em que o entrevistado diz o nome que…

Romero anuncia concurso para 107 vagas na Saúde e flexibilização de mais segmentos em CG

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, anunciou, através de uma live, na manhã desta sexta-feira, 7, concurso público com 107 vagas para a área de Saúde do Município. Durante…