A Paraíba o tempo todo  |

Opinião: Poético e dramático, texto da esposa de Maranhão comove paraibanos

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

De conteúdo poético, e escrito em tom de apelo dramático pela recuperação da saúde do marido da autora – o senador José Maranhão -, um texto de autoria da desembargadora Fátima Bezerra Cavalcanti comoveu uma legião de leitores e viralizou nas mídias sociais.

Comoveu a Paraíba. Pelo menos a parte que teve acesso às bem traçadas linhas de autoria da magistrada, ex-presidente do Tribunal de Justiça do Estado e ex-governadora interina.

Comoverá tantos quantos se deram ao trabalho de lê-lo.

Apenas dois trechinhos texto da desembargadora Fátima, escrito na solidão de um apartamento de hospital, em São Paulo:

“Porque sempre que eu olhar para o céu verei você pilotando entre as nuvens e deixando desenhado no ar o símbolo do nosso amor.”

“São Paulo, não me permitas guardar rancor de ti! Não roube de mim meu bem mais precioso”.

Eis o texto da desembargadora Fátima Bezerra, na íntegra:

“Cidade tão grande e poderosa onde se concentra a maior economia desse país. Primeiros edifícios luxuosos com mármores Carrara e espelhos em cristal. Tapetes persas e dinheiro em abundância nos bares, restaurantes e lojas de grifes internacionais.
Hospitais modelo. Médicos especialistas de primeira grandeza. Aparelhos, protocolos, instrumentos materiais e humanos guiados por Deus na salvação de vidas!

Eu consigo me perder na sua vasta paisagem. Vejo rostos ensanguentados, corpos chagados, vidas ceifadas estampadas nos cantos dos viadutos e nos leitos dos modernos centros de saúde.

Choro as suas dores. Só não sei se é maior do que a minha, na solidão desse quarto de hotel, vendo São Paulo do 15° andar.

“Estás escrevendo poesia minha filha? Você não tem jeito… É muito romântica!”
“Não, meu amor. Só estou tentando descobrir, no céu, algo parecido com um coração.”
“Porque sempre que eu olhar para o céu verei você pilotando entre as nuvens e deixando desenhado no ar o símbolo do nosso amor.”

São Paulo, não me permitas guardar rancor de ti! Não roubes de mim meu bem mais precioso”.

Internado
Nas entrelinhas, o texto divulgado pela desembargadora Fátima também deixa transparecer a gravidade do estado de saúde de José Maranhão.

O ex-governador e senador paraibano José Targino Maranhão, tem 87 anos, e se encontra na unidade hospitalar desde o começo de dezembro.
Maranhão está sedado e respirando com ajuda de aparelhos.

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      6
      Compartilhe