A Operação Brinquedo Legal da Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor apreendeu mais de 80 brinquedos em três dias de fiscalização. Os produtos estavam sem o Selo de Qualidade do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) nas embalagens. A inspeção do Procon-JP no comércio da Capital começou na última terça-feira e se estende até o dia 11 próximo.

Os brinquedos apreendidos sem o Selo de Qualidade do Inmetro foram carrinhos, bonecas e miniaturas de animais, além de máscara infantil para natação. Para o secretário Helton Renê, a Operação Brinquedo Legal é uma necessidade neste mês por causa do grande consumo do produto devido ao Dias das Crianças, festejado no dia 12 de outubro.

Eles acrescenta que, desde o ano passado, o número de irregularidades nesse setor vem caindo significativamente nos últimos dois anos. “Já chegamos a apreender mais de 1.300 produtos durante uma única operação, em 2017. Consideramos isso uma vitória, tanto do trabalho da fiscalização quanto do trabalho preventivo, através das campanhas educativas que o Procon-JP tem feito nos últimos anos”, comemora o titular do Procon-JP.

Prevenção – Helton Renê explica que a fiscalização do Procon-JP nesta época do ano já é uma rotina. “Temos o cuidado de fazer porque se trata de um público vulnerável e os pais também devem ficar atentos a detalhes como o Selo de Qualidade do Inmetro. Sem esse carimbo do Instituto, a pessoa pode comprar algo fora das especificidades de segurança, provocando, depois, algum mal à criança.

Sanção – Os estabelecimentos que estão sendo flagrados praticando alguma irregularidade estão sendo autuados e terão um prazo de 10 dias para procederem a defesa junto à Secretaria. “Adianto que todos estão sujeitos à multa, além da apreensão dos produtos”, esclarece Helton Renê.

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Desembargador determina novas buscas e apreensões no caso da Operação Calvário

O desembargador Ricardo Vital de Almeida determinou a expedição de novo mandado de busca e apreensão, com afastamento de sigilo telemático, no bojo da Operação Calvário, com a finalidade de…

Após acordo com prefeitos, dois lixões a céu aberto são fechados

Há cerca de um ano, o Ministério Público da Paraíba dava início ao projeto “Fim dos Lixões”, propondo a prefeitos paraibanos o acordo de não-persecução penal para resolver a problemática…