Por pbagora.com.br

A Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Paraíba (OAB-PB), vem promovendo na ataul administração benefícios de descontos para os advogados pagarem suas anuidades atrasadas referentes aos exercícios anteriores.

O tesoureiro da OAB-PB, Leopoldo Viana, relembra que se encontra em vigor, Resolução aprovada pelo Conselho Estadual, ofertando condições excepcionais à atualização das anuidades em atraso, “com redução de 100% de juros e multa para pagamento à vista e redução de 50% de juros e multa, para pagamento a prazo, sem que tais condições firam o direito daqueles que acudiram no devido tempo aos seus compromissos”.

“Quem optar pelo pagamento a vista, pagará apenas o valor da anuidade, sem multa e juros, já quem preferir parcelar os débitos, pagará com redução de 50% dos juros e multa”, explicou.

Leopoldo lembra também das dificuldades enfrentadas pela atual Diretoria e destaca que administrar com recursos financeiros escassos, compatíveis com as despesas, é tarefa que demanda contínua busca pela eficiência, que passa por escolhas que impliquem na melhor adequação dos recursos aos serviços recebidos, às compras efetivadas e aos investimentos necessários.

“A tarefa de administrar com poucos recursos, ou com perspectivas de poucos recursos, que é atualmente nossa realidade, exige à necessidade de redução de custos e de despesas com revisão ou rescisão de contratos de serviços, internalização de tarefas terceirizadas, otimização de pessoal, dentre outras premissas, de forma que os serviços prestados pela administração da OAB-PB aos nossos advogados, especialmente àqueles adimplentes, não sofram, ou ao menos, não sejam atingidos duramente pela escassez ou ausência de recursos”, comentou.

“Por outro lado, para novas realizações e novos serviços, tão almejados por nossa categoria, estamos a depender também do aumento de arrecadação decorrente da razoabilidade no pagamento das nossas anuidades”, completou.

O tesoureiro finaliza dizendo que a inadimplência tem sido grande por parte dos advogados, por isso espera compreensão e cooperação dos associados no sentido de atualizarem suas anuidades.

“Enquanto diretor tesoureiro tenho percebido que a chama da adimplência, que ilumina os caminhos da nossa categoria, não tem sido acesa por grande parte dos nossos colegas que ostentam o mais honroso título na área do direito, base de todas as demais categorias jurídicas”, concluiu.
 

 

 

Assessoria

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Janeiro Branco: em tempos de pandemia, CG reforça campanha pela saúde mental

Psicóloga Juliana Cunha Lima, primeira-dama, destaca importância do poder público assegurar apoio às pessoas carentes de ajuda profissional A Prefeitura de Campina Grande montou uma programação especial para a Campanha…

Fábio Rocha diz que ordem de vacinação será respeitada e ninguém irá furar a fila

Em entrevista concedida nesta sexta-feira (15), o secretário de Saúde de João Pessoa, Fábio Rocha, reagiu as possíveis tentativas de ‘furar a fila’ na vacinação contra a covid-19, prevista pra…