Uma Avenida Pedro II totalmente ampliada e sinalizada foi entregue na tarde desta sexta-feira (30) pelo prefeito de João Pessoa, Ricardo Coutinho (PSB), à população da cidade, com o descerramento da placa de inauguração e o acionamento das luzes do corredor. A obra, orçada em aproximadamente R$ 9 milhões, se soma à ampliação já realizada entre o girador do bairro Castelo Branco até a entrada do Bairro dos Bancários, permitindo maior fluidez no trânsito em direção aos bairros da Zona Sul da cidade. A Pedro II é o segundo corredor mais importante da Capital paraibana, com uma média diária de 35 mil veículos.

Ricardo Coutinho ressaltou a importância de projetar a cidade para os próximos anos, pensando no desenvolvimento das principais artérias e na reordenação do trânsito. “Esta é uma obra importante para a cidade. Há 30 anos, a frota da Capital era composta por 25 mil veículos e 80 ônibus. Atualmente, com os mesmos corredores, a frota é de 180 mil veículos e 500 ônibus. Por isso, hoje entregamos o complemento daquele que é talvez o corredor viário mais importante da cidade, junto com a Avenida Epitácio Pessoa. Não é à toa que o Governo Municipal investiu na ampliação deste corredor de acesso ao maior núcleo habitacional da cidade com toda a infra-estrutura, sinalização, jardinagem e segurança. Esse governo não para e não pode parar porque tem que olhar para as outras necessidades da população”, enfatizou.

Investimentos – O chefe do Executivo municipal lembrou que a Prefeitura de João Pessoa (PMJP) recuperou a capacidade de investimentos com recursos próprios. A obra de ampliação do corredor viário Pedro II nas duas etapas teve um orçamento de R$ 9 milhões, dos quais R$ 5,5 milhões foram de recursos próprios. Em 2004, o investimento de recursos próprios na cidade foi da ordem de R$ 21 milhões e, em 2008, os investimentos chegaram a R$ 140 milhões, com mais de 50% de participação de recursos próprios.

O superintendente da Caixa Econômica Federal (CEF) na Paraíba, Elan Ferreira de Miranda, elogiou a parceria com a Prefeitura de João Pessoa para a concretizar a ampliação da Avenida Pedro II. “Essa obra é importante porque beneficia toda a cidade. Nós da Caixa nos sentimentos orgulhosos dessa condição de entidade parceira”, disse.

Os recursos para a realização da obra vieram do Governo Federal, por meio do Ministério das Cidades e financiamentos da Caixa, mais recursos próprios da Prefeitura da Capital. A solenidade de inauguração foi prestigiada por moradores da comunidade São Rafael, gestores públicos, políticos, empresários e representantes da iniciativa privada.

Mudanças – A principal intervenção na Avenida Pedro II foi a ampliação para três faixas de circulação em cada sentido (bairros-centro e centro-bairros). Antes, com apenas duas faixas em cada sentido, era frequente o registro de engarrafamentos e lentidão do trânsito. Para dar suporte às mudanças, foi construída uma ponte de concreto alargada sobre o rio Jaguaribe, interligada a 2,5 quilômetros de calçadas que começam nas imediações da comunidade São Rafael, indo até a Rua Etelvina Macedo de Mendonça, que se une à Avenida Nossa Senhora de Fátima como principal ligação dos bairros da Zona Sul, passando pelo bairro da Torre com destino ao Centro. Na Rua Etelvina Macedo de Mendonça houve também o alargamento para três faixas no sentido bairros-centro.

A sinalização horizontal e vertical foi restabelecida em todo o corredor para orientar os motoristas. A iluminação ganhou reforço com a instalação de postes de 12 metros de altura e luminárias em 2 quilômetros da via. Aliado às obras de ampliação, a Prefeitura de João Pessoa (PMJP), construiu 1,5 quilômetros de ciclovia no trecho que vai desde a subestação de energia até as proximidades do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Benefícios – A Avenida Pedro II é um dos corredores de maior fluxo de veículos e transportes públicos. Segundo o secretário de Infra-Estrutura (Seinfra), João Azevedo, a Prefeitura empreendeu esforços para a ampliação do corredor em função da expressiva quantidade de pessoas beneficiadas com a melhora do trânsito. “A intervenção nessa área torna-se muito expressiva, porque a Pedro II é acesso para a BR-230, praias e os bairros da Zona Sul da cidade. As pessoas residentes nos bairros do Castelo Branco, Bancários, Jardim Cidade Universitária, Água Fria, Mangabeira, Valentina Figueiredo e José Américo serão diretamente beneficiadas”, acrescentou.

A primeira etapa das obras de alargamento da via foi realizada em 2007 no trecho que compreende o girador do bairro do Castelo Branco até a entrada do Bancários, com serviços de jardinagem, sinalização horizontal e vertical, construção de baia para ônibus, alargamento das vias, construção de um girador em frente ao Campus I da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e de calçadas. O projeto dá sequência ao Plano Viário do Governo Municipal para a Capital, que compreende a recuperação e implantação de pavimento, com prioridade para as vias onde trafegam os transportes públicos.

As ações de adequação dos corredores viários já mostram resultado pela cidade, a exemplo da ampliação da Avenida Governador Flávio Ribeiro Coutinho (Retão) por meio de uma parceria público-privada, e a construção das alças da Avenida Beira-Rio, interligando o corredor à BR-230.

 

 

SECOM

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

IFPB Campus Cajazeiras oferta 200 vagas em cursos técnicos gratuitos

O Instituto Federal da Paraíba lançou edital de seleção para ingresso em cursos técnicos no semestre de 2020.1. Estão sendo ofertadas 3.650 vagas em diversos cursos em todos os campi…

Empresa ServCloud se torna diferencial em mercado de inovação em JP

Na era digital e do avanço da tecnologia, uma empresa instalada em João Pessoa, tem demonstrado estar conectada com os novos tempos e se destacado no mercado virtual. Trata-se da…