Por pbagora.com.br
Cláudio Furtado

Segundo matéria publicada na edição deste sábado (19), do Jornal da União, a Rede Estadual de Ensino vai seguir o Conselho Nacional de Educação (CNE) que orientou a progressão dos alunos para a série seguinte, considerando os desafios e dificuldades enfrentados durante a pandemia. Ou seja, nenhum aluno será reprovado.

“É a única maneira de não deixar ninguém no caminho. A partir do momento que se faz isso, reduz-se o número de desistência e evasão”, pontuou Claudio Furtado (foto), secretário executivo da Secretaria de Estado da Educação e da Ciência e Tecnologia da Paraíba (SEECT).

O secretário afirmou ainda que o conteúdo não passado ou não absorvido pelo aluno no ano vigente será ofertado no próximo ano letivo.

“É o que chamamos de Itinerário Contínuo 2020 e 2021. Nossa proposta é avaliar a situação pedagógica em toda a rede para estabelecer esse reforço de acordo com cada necessidade”, frisou o titular da SEC/PB.

O secretário adiantou que pode haver a inserção de um quarto ano para o ensino médio.

“São alunos que estão saindo para a universidade e por isso estamos avaliando essa possibilidade, daqueles que sentirem necessidade terem a oportunidade de rever conteúdos”, assinalou Furtado.

Nas 660 escolas da rede os 250 mil alunos estão cumprindo as últimas atividades antes do encerramento do ano letivo, em 17 de janeiro.

Com informações do Jornal A União

Redação

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Cícero revoga decreto que impede volta às aulas nas escolas particulares de JP

O prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena, anunciou, na tarde desta sexta-feira (15), através de seu perfil numa rede social que vai revogar o decreto municipal que impede o retorno…

Fábio Rocha diz que ordem de vacinação será respeitada e ninguém irá furar a fila

Em entrevista concedida nesta sexta-feira (15), o secretário de Saúde de João Pessoa, Fábio Rocha, reagiu as possíveis tentativas de ‘furar a fila’ na vacinação contra a covid-19, prevista pra…