Por pbagora.com.br

Durante coletiva de imprensa na manhã desta segunda-feira (01) os secretários de estado e de João Pessoa detalharam como serão implantadas as medidas mais rígidas de isolamento social em toda a região metropolitana da Capital.

De acordo com o secretário da Segurança estadual, Jean Nunes, as abordagens nas barreiras sanitárias serão realizadas de forma pacífica, visando sobretudo a conscientização da população.

“Vamos procurar conscientizar e orientar a população. Não vamos causar terrorismo” sentenciou.

Já o secretário de Desenvolvimento urbano de João Pessoa, Zennedy Bezerra, também garantiu que os fiscais das barreiras de proteção só vão tomar atitudes mais extremas se houver desacato ou comportamentos exaltados.

O auxiliar do prefeito Luciano Cartaxo declarou que prefere adotar as medidas mais rígidas do que ser lembrado como o “secretário que teve que abrir valas para enterrar corpos” por conta do não cumprimento das me

“Só vamos usar alguma medida extrema de prisão se houver alguma medida extrema de desacato. Não é admissível, por exemplo, que uma pessoa que mora em Mangabeira atravesse uma barreira saindo do bairro dizendo que vai comprar pão”, declarou.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Vídeo: Tovar Correia testa positivo para Covid-19 e emite comunicado

Em vídeo postado nas redes sociais na noite deste domingo (25), o deputado estadual Tovar Correia Lima (PSDB) confirmou que testou positivo para Covid-19. O parlamentar destacou, no entanto, que…

JP: comércio volta ao horário normal e cinemas e áreas de lazer retornam

Em reunião com representantes da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) na manhã desta segunda-feira (26), o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, anunciou novas medidas de flexibilização para o horário…