Foto: Assessoria

O procurador-geral da Paraíba, Fábio Andrade, confirmou o posicionamento do governador João Azevêdo (Cidadania) de não incluir entre os serviços essenciais no estado as atividades realizadas por salões de beleza, barbearias e academias, como proposto pelo presidente Jair Bolsonaro.

De acordo com Fábio, as regras que continuam valendo em todo o estado são as estipuladas pelo governador João Azevêdo no decreto que está em vigência até o dia 18 de maio.

“Nada de alterará na Paraíba em razão desse decreto. Aqui continuam valendo as regras do decreto que está me vigor até o dia 18 de maio” corroborou.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Promotoria recomenda acolhimento de idoso em situação de vulnerabilidade no Centro Pop de JP

O Ministério Público da Paraíba recomendou à Secretaria de Desenvolvimento Social de João Pessoa que, em caráter com urgência, efetive o acolhimento institucional de um idoso no Centro Especializado para…

Opinião: todas as ações de governo contra o coronavirus, que priorizem a vida, merecem o apoio do povo

Independente de preferências políticas, de bandeiras e de siglas partidárias, o povo da Paraíba e de João Pessoa precisa oferecer total apoio às ações do governador João Azevêdo e do…