A Paraíba o tempo todo  |

Na PB, funcionário de aeroporto relata tensão com possíveis casos de coronavírus

O governador da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania), anunciou dentro do pacote de medidas de combate e prevenção ao coronavírus no estado, a fiscalização em aeroportos e rodoviárias para realização de uma triagem nos viajantes e tomar medidas imediatas se forem necessárias.

O intuito é poder verificar entre os passageiros se alguém possui um dos sintomas do novo vírus para que ações de Saúde possam ser tomadas imediatamente.

Além disso pessoas que estejam chegando na Paraíba vindas do Rio de Janeiro, São Paulo, Distrito Federal, Bahia e Pernambuco,  devem ficar em isolados em observação por 14 dias.

Antes desta medida, a situação era de apreensão, principalmente no aeroporto Castro Pinto, onde a reportagem do PB Agora entrou em contato, na manhã desta terça-feira (17) com funcionários de algumas empresas de aviação.

De acordo com uma fonte que não quis ter o nome revelado, o clima era de tensão já que apesar de menos passageiros, os voos de chegada e de partida do aeroporto continuam normalmente.

“Só os voos internacionais que estão cancelando muitos. Agora os voos domésticos seguem normal, tá diminuindo o fluxo mas os pousos e decolagens seguem normalmente” revelou.

O funcionário ainda disse que entre os trabalhadores do aeroporto as medidas de proteção já estão sendo utilizadas, mas o medo é que elas não sejam suficientes.

“Sinceramente por mais que a gente use máscara, por mais que a gente use álcool em gel, eu acho que o passageiro chegando com o vírus, pegar o documento e me entregar, pegar minha caneta e assinar a etiqueta de bagagem, já complicou porque eu vou pegar a caneta, vou botar no bolso, vou pegar a etiqueta, tem o celular que a gente pega o tempo todo… Eu acho difícil alguém chegando lá a gente não pegar. A gente toma as precauções, mas é rezar pra que não chegue ninguém doente, porque se chegar a bronca é grande” desabafou.

PB Agora

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe