Por pbagora.com.br

O Ministério Público da Paraíba realizou, nesta terça-feira, reunião com representantes da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) para discutir as perspectivas para a educação, diante da pandemia, no Estado e na Capital.

Os representantes do MPPB debateram sobre as medidas relacionadas à rede municipal de ensino da Capital com o procurador-geral do Município, Bruno Nóbrega, e com a diretora da Vigilância em Saúde, Aline Grisi.

A diretora Aline Grisi explicou que haverá uma transição gradativa e monitorada e que todos os protocolos para as escolas municipais já estão prontos. Ela informou ainda que existe um comitê avaliando o cenário epidemiológico para a tomada de decisão sobre o nível da transição.

Ainda conforme a diretora, haverá fiscais exclusivos nas escolas, cronograma de sanitização das unidades e testagem em massa de forma a garantir um ambiente seguro para estudantes e profissionais da educação.

Após escutarem as explicações, não houve nenhuma manifestação por parte do MPPB sobre uma possível judicialização para a derrubada do item do decreto municipal que permite as aulas presenciais, levando em conta que está em desacordo com o decreto do Governo do Estado.

 

PB Agora

Notícias relacionadas

Morre jovem que ficou queimado após explosão em João Pessoa

Morreu neste final de semana, no Hospital de Trauma, o jovem que ficou queimado após explosão em prédio no bairro de Mangabeira em João Pessoa. Conforme o Corpo de Bombeiros,…

Reitoria do IFPB registra apoio dos senadores Veneziano e Nilda Gondim a obras

Os senadores Veneziano Vital do Rêgo (MDB-PB) e Nilda Gondim (MDB-PB) destinaram R$ 2 milhões em emendas para o Instituto Federal da Paraíba (IFPB) no orçamento de 2021. O montante…