Por pbagora.com.br

O Ministério Público da Paraíba (MPPB), através do Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco), protocolou na Justiça mais uma denúncia dentro da Operação Xeque-Mate. São 11 denunciados, entre eles Leto Viana, ex-prefeito de Cabedelo. A denúncia foi divulgada nesta quinta-feira (15).

Esta denúncia, a sétima da Xeque-Mate, é em relação aos “atos de corrupção envolvendo a avaliação, doação e permuta de terrenos pertencentes ao erário municipal” em benefício de uma empresa de materiais de construção. De acordo com o MPPB, a ” doação ou permuta de bens imóveis do município” em favor da empresa aconteceram a partir de 2013, nas gestões de Luceninha e Leto Viana.

A operação identificou que o suposto esquema “agia na desafetação de bens públicos (mediante aprovação de lei), avaliação, doação e/ou permuta de bens imóveis (terrenos), de forma ilegal e sem compromisso com o interesse público, acarretando, consequentemente, severos danos (materiais e morais) ao patrimônio da população cabedelense”.

Segundo o MP, a empresa, para receber terreno, construiu duas praças na cidade, por pouco mais de R$ 210 mil e pagou R$ 150 mil em propina para os gestores públicos, servidores e os vereadores que facilitaram aprovação de leis na Câmara.

Redação com G1

Notícias relacionadas

Creci-PB e Prefeitura de Cabedelo assinam Termo de Cooperação após reunião

Um Termo de Cooperação Técnica entre o Creci-PB e a Prefeitura Municipal de Cabedelo para, por exemplo, instalação na sede da edilidade, de um posto exclusivo para atendimento de corretores…

Covid: PB tem 816 novos casos e taxa de ocupação de leitos no Sertão chega a 82%

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) registrou, nesta segunda-feira (10), 816 casos de Covid-19. Entre os confirmados hoje, 15 (1,83%) são casos de pacientes hospitalizados e 801 (98,16%) são…