Por pbagora.com.br

Em nota encaminhada à imprensa nesta quarta-feira (18), a secretaria de Saúde de Campina Grande explicou que todas as medidas cabíveis já foram adotadas com relação às mortes de três recém-nascidos na UTI Neonatal do Instituto de Saúde Elpídio de Almeida (ISEA) e destacou que ainda não há confirmação de que as mortes são decorrentes da bactéria, mas os casos estão em investigação..

NOTA – SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE

A Secretaria de Saúde de Campina Grande esclarece que adotou todas as providências necessárias, com relação à suspeita de infecção por uma bactéria de alta resistência, na UTI Neonatal do Instituto de Saúde Elpídio de Almeida (ISEA).

O ambiente foi completamente desinfectado, por uma empresa especializada em higienização hospitalar e com a supervisão de um infectologista. Também serão realizados testes em toda a maternidade, para identificar o nível de infecção pela bactéria.

A Secretaria Municipal de Saúde já contratualizou vagas em outra unidade hospitalar da cidade, caso seja necessária internação de novos recém-nascidos. Com relação aos óbitos de três crianças, ainda não há a confirmação de que as mortes são decorrentes da bactéria, mas os casos estão em investigação.

 

Redação

 

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Ações e projetos de Wilson Filho estimulam doação de sangue 

Nesta quarta-feira (25), celebra-se o Dia Mundial do Doador de Sangue. O deputado estadual Wilson Filho (PTB-PB), que tem diversos projetos de leis e ações que incentivam esta prática, aproveitou…

Leis aprovadas na ALPB asseguram benefícios e incentivam doadores de sangue

A engenheira de produção, Leila Viana, nunca passou pela angústia de necessitar de sangue e não ter disponível no Hemocentro. Também não conhece ninguém que passou por essa situação. Mas,…