Por pbagora.com.br

Morreu neste sábado (1º) mais uma das vítimas resgatadas de condições precárias em uma instituição de longa permanência clandestina em João Pessoa.
O idoso de 75 anos, estava internado no Hospital Padre Zé desde o último dia 7 de abril, quando foi transferido após um pedido feito pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB).

Essa é a terceira morte entre o grupo de resgatados. No dia 14 de abril, o Hospital Padre Zé confirmou a morte da vítima identificada como Clécio, de 72 anos. Debilitado, o paciente oncológico apresentava sinais de desnutrição e desidratação. No dia 22 de abril, uma mulher de 54 anos, que tinha distúrbios mentais, também não resistiu.

De acordo com o diretor da unidade hospitalar, padre Egídio de Carvalho, este segundo idoso apresentou quadro de saúde delicado desde devido às condições sanitárias em que era submetido durante a sua permanência no abrigo.

Redação

Notícias relacionadas

Nesta 6ª: Seinfra segue com limpeza e desobstrução de galerias

A Secretaria de Infraestrutura de João Pessoa (Seinfra) prossegue nesta sexta-feira (14), atuando ao lado da Defesa Civil e de outras secretarias, para reduzir os transtornos provocados pelas chuvas que…

Governo da Paraíba adere ao programa MigraCidades da ONU

O Governo da Paraíba integra o programa MigraCidades, da Organização Internacional para as Migrações (OIM), agência da ONU para as migrações coordenada, no Brasil, pela Universidade Federal do Rio Grande…