A Paraíba o tempo todo  |

Matheus Fernandes faz público vibrar com muita energia e no ritmo do forró na véspera do São João, em JP

As atrações da penúltima noite do São João Multicultural de João Pessoa capricharam nas apresentações. Nesta quinta-feira (23), véspera de São João, cantores e bandas de forró atraíram muitos moradores e turistas para o Parque Solon de Lucena, e foi uma comemoração bem diferente do habitual. No lugar de fogos de artifício e fogueiras, muito forró para esquentar.

“O nosso foco é valorizar os festejos juninos de João Pessoa. Por isso, investimos numa boa programação e também numa boa estrutura”, declarou o diretor executivo da Funjope, Marcus Alves. Ele afirmou que, com o São João Multicultural, a Funjope e a Prefeitura planejam intensificar uma ação focada no São João, valorizando essa festa.

Esse processo de valorização começamos com as quadrilhas juninas. “Um festival bonito no estacionamento do estádio Almeidão. Continuamos com os shows nos bairros de Mangabeira e Centro Histórico, na Casa da Pólvora e Praça XV de Novembro, e já vínhamos trabalhando antes no Festival Pré-Junino”, ressaltou.

Shows – A programação começou às 19h, com uma apresentação impecável do grupo Os Filhos do Forró. O show durou quase uma hora e meia, fazendo o público dançar ao som de composições conhecidas. Depois de um pequeno intervalo, subiu ao palco o cantor sertanejo João Lima, que encantou os fãs com seu carisma.

Na sequência, entrou em cena o grupo Brasas do Forró, banda de forró eletrônico, de Fortaleza. É conhecida por ser a primeira a misturar o forró nordestino com o vanerão gaúcho, nascendo, daí, o ritmo forronerão.

Para fechar a noite, o cantor Matheus Fernandes levou seus sucessos com um mix de forró e música eletrônica. O ritmo contagiante não deixou o público parado. Entre os hits, Balanço da Rede, que o músico canta com o também cantor Xand Avião.

Nos polos da Lagoa, teve shows de dois grupos. Em um deles, se apresentou o grupo de forró Xoteando. No outro, os integrantes da banda Expressão Nordestina. Forró em todos os espaços, tornando cada noite única.

Público – Quem foi ao Parque Solon de Lucena na noite desta quinta-feira, fez muitos elogios. “Eu nem sabia que ia ter São João em João Pessoa, porque nessa época todo mundo vai para o interior. É muito bom ter aqui pertinho da gente porque conseguimos aproveitar também as festas sem precisar gastar muito para viajar. Amanhã estarei aqui de novo”, prometeu a dona de casa Ana Paula Ribeiro de Lima.

No meio da multidão, o fã de forró que se identificou como Professor Chico, disse que escolheu passar a véspera de São João em João Pessoa pela importância da retomada das atividades de lazer para todos. “João Pessoa, como uma capital, sempre fica meio ausente desses eventos que dão, a quem não sai da cidade, a oportunidade de permanecer aqui e curtir todos os eventos que possam vir nas datas comemorativas”, comentou.

O professor lembrou que as cidades do interior são o destino da maioria das pessoas e acha importante que João Pessoa, uma cidade acolhedora, realmente tenha uma programação específica para a data. “Estamos curtindo o São João hoje, véspera de São João, de uma forma bem agradável, com bandas muito boas. É um prazer estar por aqui”, observou.

Estrutura – A Prefeitura de João Pessoa montou uma grande estrutura para receber a população pessoense e os turistas. O palco principal fica próximo ao Lyceu Paraibano e, perto do espaço, foi desenvolvida uma cidade cenográfica, com tendas, parques e as ilhas de forró.

O São João Multicultural é organizado pela Prefeitura de João Pessoa, através sua Fundação Cultural (Funjope), e conta também com o apoio das Secretarias de Segurança Urbana e Cidadania (Semusb), Saúde (SMS), Desenvolvimento Urbano (Sedurb), Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob-JP) e Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur). Além do apoio da Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros.

 

Da Redação com PMJP

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe