A Paraíba o tempo todo  |

Marizópolis suspende jejum da Semana Santa

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Apesar de muito dinheiro, prefeitura de Marizópolis poderá não distribuir o jejum da semana santa
 

O atual prefeito de Marizópolis ainda não divulgou se vai ou não entregar o famoso “jejum”(pequena feirinha) da semana santa para as famílias carentes do município. Assessores do executivo estão dizendo que não haverá a entrega dos alimentos, o que já está causando tristeza por parte da população pobre da cidade.

No ano passado a ex prefeita acusou os vereadores de oposição de denunciarem a entrega do “jejum” por causa do período antecedente às eleições. E este ano qual será a desculpa?

A entrega da pequena cesta básica era tradição na cidade há mais de 12 anos, e infelizmente o atual prefeito sinaliza o fim da alegria dos pobres durante esse período religioso.

Talvez seja porque não tem eleição em outubro, essa dúvida será esclarecida na próxima semana santa, já que será perto da campanha eleitoral.

Parece que por pura falta de QUERER a prefeitura NÃO vai fazer as doações dos “jejuns”, e os pobres mais uma vez serão esquecidos. Por enquanto, só FOME, buraqueira, escuridão, lixo, mato e humilhação para os marizopolenses, mas em 2010 tudo será bonzinho.

A prefeitura de Marizópolis recebeu mais de 455 mil reais durante o mês passado, e em apenas 8 ( oito ) dias desse mês foram mais de 17 mil reais nas contas do município, ainda faltam as parcelas do FPM dos dias 10,20 e 30

Folha do Sertão

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe