Por pbagora.com.br

O CCDI é o primeiro do tipo em todo o Brasil e vai desenvolver ações de saúde, educação, cultura e lazer

O governador José Maranhão, o ministro-chefe da Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR), Edson Santos, e o prefeito de Sousa, Fábio Tyrone, inauguraram às 9h nesta quinta-feira (6) o Centro Calon de Desenvolvimento Integral (CCDI). Construído na comunidade Jardim Sorrilândia, na cidade de Sousa, o equipamento é o primeiro centro de referência cigana do País.

A obra contou com investimentos da Eletrobrás da ordem de R$ 300 mil, mais recursos do Ministério da Cultura e do Banco do Brasil. Em suas instalações funcionarão um Telecentro, um Centro de Cinemas, onde os ciganos poderão não só assistir mas também produzir filmes. Haverá ainda ações voltadas à saúde, educação e cultura.

José Maranhão, o ministro e o prefeito asseguraram em seus pronunciamentos o compromisso de trabalhar em conjunto para levar mais benefícios sociais à comunidade cigana de Sousa, através do Centro Calon de Desenvolvimento Integral.

Mais benefícios – O governador afirmou que o Governo do Estado construirá casas para famílias ciganas, dentro dos programas habitacionais em execução pela Companhia Estadual de Habitação Popular (Cehap).

O Projeto Cooperar estará presente na comunidade com ações de capacitação, para que as famílias encontrem meios de geração de renda. Outras obras do governo estadual também serão levadas aos ciganos. As parcerias envolverão ainda obras de saneamento básico na localidade.

Maranhão afirmou que o momento era de festa e, sobretudo, um momento de compromisso. “O meu compromisso com a comunidade cigana é de ajudá-la a vencer as dificuldades”. Ele destacou que o dia era histórico porque pela primeira vez um ministro visitava a comunidade.

Ministro falou durante o eventoMaranhão lembrou que em seu primeiro governo construiu casas populares para diversas famílias de ciganos. Na gestão atual, uma parcela das 25 mil moradias populares a serem construídas no Estado se destina aos ciganos.

O governador avaliou que os ciganos de Sousa, se ajudados, irão muito longe com seus projetos tendo apoio dos governos federal, estadual e municipal, mas sobretudo se bem estimulados eles passarão a ser cidadãos e cidadãs independentes economicamente.

Cidadania – O ministro-chefe da Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Edson Santos, afirmou que as melhorias para a comunidade cigana de Sousa devem ser mantidas com várias ações em parceria e que uma das prioridades do Governo Lula é cuidar melhor das minorias desse país: negros, indígenas e ciganos, por exemplo.

Maranhão fala de benefícios para os ciganosEle acrescentou que os cerca de 600 ciganos residentes na região de Sousa passarão a ter um espaço para afirmação de sua cidadania. O ministro lembrou que a discriminação baseada na origem étnica é uma realidade e não se restringe aos negros no Brasil.

Em seu pronunciamento aos ciganos, o ministro Edson Santos afirmou que aquela comunidade deve não apenas agradecer pela obra, mas também reivindicar outras ações das três esferas de governo: federal, estadual e municipal, e manifestou seu desejo de voltar a Sousa no prazo de um ano para testemunhar o desenvolvimento da comunidade com empregos, qualificação profissional, ações de saúde, educação, cultural e ver fortalecida a cidadania dos cerca de 600 ciganos. No Brasil os ciganos são 600 mil.

José Maranhão esteve acompanhado do deputado federal Marcondes Gadelha (PSB) e estaduais Leonardo Gadelha (PSB) e Rodrigo Soares (PT), além dos auxiliares do governo estadual monsenhor Nilson Nunes (secretário executivo do Desenvolvimento Humano); o superintendente do Instituto do Desenvolvimento Municipal e Estadual da Paraíba (Ideme), Achilles Leal Filho; o gestor estadual do Projeto Cooperar, Plácido Pires, e lideranças locais. Participou ainda da solenidade, o secretário da Diversidade e da Identidade Cultural do Ministério da Cultura, Américo Córdoba. A programação se estendeu até o meio-dia e incluiu apresentações de música e dança por grupos ciganos.
 

 

 

Secom

Notícias relacionadas

Em live, Manoel Jr analisa 100 dias de gestão e anuncia programa de habitação

O prefeito de Pedras de Fogo, Manoel Junior (Solidariedade), realizou live, na tarde do último sábado (10), na qual fez um balanço das principais ações nos primeiros 100 dias de…

MPPB e MPF pedem explicações sobre suspensão da vacinação contra a covid-19 em JP, neste domingo

O Ministério Público da Paraíba e o Ministério Público Federal oficiaram, neste domingo (11/04), ao secretário de Saúde de João Pessoa, Fábio Rocha, solicitando, no prazo de 24 horas, manifestação…