Por pbagora.com.br

“Precisamos declarar guerra aos bandidos, porque a nossa sociedade está sendo saqueada”

Os altos índices de violência na Paraíba e no Brasil fizeram o deputado federal, Major Fábio (Pros-PB), mais uma vez cobrar na tribuna da Câmara uma política nacional de segurança pública. Ele apresentou dados que mostram João Pessoa, capital da Paraíba, como a décima cidade mais violenta do mundo e a sexta do Brasil.

-Nós nunca imaginamos que a Paraíba, um estado que tinha em suas características a tranquilidade, viveria essa situação. Eu acho que a teoria não resolve mais a questão da criminalidade do País. São 22 assaltos a instituições financeiras na Paraíba. São vários homicídios, discursou.

O parlamentar chamou atenção ainda para a baixa remuneração dos policiais em todo o Brasil e cobrou a votação do 2º turno da PEC 300. “O governo federal e esta Casa não querem a votação do segundo turno da PEC 300. Por que digo que esta Casa não quer? Porque votamos aqui o primeiro turno da PEC 300, que daria aos policiais e aos bombeiros do nosso País a dignidade financeira. Iríamos dar aos nossos policiais o piso nacional”, reclamou.

Segundo ele enquanto algumas categorias recebem pelo teto, os policiais e os bombeiros querem apenas um piso e reclamou da situação das fronteiras. “Nós vivemos um clima de guerra no nosso País. Eu acho que a teoria não resolve mais. Se nos unirmos aqui para discutir o problema, talvez não consigamos mais resolvê-lo, porque, neste momento, drogas e armas estão entrando pelas nossas fronteiras”, criticou.

O deputado cobrou uma ação mais enérgica do governo federal no combate as drogas. “Tenho dito constantemente desta tribuna que precisamos declarar guerra aos bandidos, porque a nossa sociedade está sendo saqueada. Hoje, em cada praça, na frente de cada escola, vamos encontrar drogas e armas ilegais, porque as nossas fronteiras estão abertas”, lamentou.



Redação com Assessoria

Notícias relacionadas

João Azevêdo assina convênio e autoriza doações através das contas de água para o Hospital da Fap

O governador João Azevêdo autorizou, nesta segunda-feira (19), um convênio entre a Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) e o Hospital da Fundação Assistencial da Paraíba (FAP), em…

Prato Cheio: pessoas em situação de rua agradecem por refeições diárias em CG

A alimentação é uma necessidade básica do ser humano. Por isso, o projeto emergencial Prato Cheio, executado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano…