Durante o mês de setembro, o sistema da biometria facial, que opera nos ônibus da capital, detectou a possibilidade de acesso irregular nos coletivos 83.628 vezes. Após verificação, ficou constatado que 15.005 entradas nos ônibus podem ter sido feitas com passageiros utilizando cartões do Passe Legal de terceiros, o que acarretou no bloqueio de 2.616 usuários no mês passado.

A orientação para quem tiver o cartão bloqueado é comparecer à sede do sindicato na Rua 13 de Maio, Centro, João Pessoa. Lá, o usuário é notificado da irregularidade, faz um novo cadastro e solicita um novo cartão de acesso aos ônibus. De acordo com o Sintur-JP, em caso de reincidência o usuário fica bloqueado para utilizar o cartão por 30 dias e, se voltar a reincidir, por 180 dias.

Após a implantação completa do sistema de biometria facial no transporte público municipal, o Sintur-JP vem fazendo esse levantamento junto aos centros de operações das empresas a fim de inibir o uso irregular ou fraudulento do transporte coletivo. Em setembro, o maior número de acessos irregulares foi com o Passe Legal Estudantil, com 3.924 cartões tendo sido usados 11.542 vezes. Já nos cartões de gratuidade, a irregularidade representou 22,3% do total.

A biometria facial contempla apenas usuários do transporte público que possuem algum tipo de benefício na passagem. Por enquanto, os estudantes e os passageiros que têm direito à gratuidade são os que acessam os coletivos por meio do reconhecimento da face.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Vídeo: açude sangra em Cajazeiras e Inmet emite alerta para mais chuvas no Sertão

A madrugada desta segunda-feira (24) foi de fortes chuvas no Sertão paraibano, o que fez com que o Açude Grande, na cidade de Cajazeiras, no Alto Sertão, sangrasse. O Instituto…

Jovem é encontrado morto em Sousa; suspeita é de overdose

Na madrugada desta terça-feira (25), um jovem de 20 anos foi encontrado morto no Bairro Sousa 1, na cidade de Sousa. Segundo informações da Polícia Civil, o corpo do jovem…