A Paraíba o tempo todo  |

Ludgério sobre o Caso Valengo: “Ou o Governo mente ou é fraco”

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

O deputado Manoel Ludgério Neto (PDT), líder da Oposição na Assembléia Legislativa, disse na tarde desta sexta-feira achar muito “esquisita” a declaração do procurador geral do Estado, Marcelo Weick, sobre uma possível “armação” para a nomeação do advogado Rafael Dantas Valengo, filho do também advogado Nadir Valengo, para cargo no Palácio da Redenção. “Nesse caso, ou o governo está mentindo ou é fraco”.

– Caso não seja apenas uma desculpa esfarrapada, a declaração do senhor Procurador nos deixa muito preocupados -, observou Manoel Ludgério. Segundo o deputado, a declaração de Weick é bastante preocupante por dois aspectos: se for verdade, evidencia que o atual Governo do Estado está claramente cometendo um erro atrás do outro, numa total falta de governabilidade elementar.

O segundo aspecto preocupante, de acordo com o líder da Oposição, é justamente se a suspeita do procurador Weick for procedente – e realmente ter havido qualquer tipo de “armação”. Para Manoel Ludgério, isso já remete a uma outra questão: deixa claro que a atual gestão está bastante fragilizada, a ponto de sequer haver controle em portarias assinadas pelo próprio Governador.

Finalmente, Manoel Ludgério disse que a bancada de Oposição vai acompanhar com atenção os desdobramentos do caso para, em qualquer que seja a situação, cobrar do Governo do Estado explicações sobre a polêmica nomeação do filho do advogado que, atuando como juiz eleitoral no TRE, ajudou a cassar o mandato do ex-governador Cássio Cunha Lima.

PB Agora
 

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe