Por pbagora.com.br
Foto: Valter Campanato/ Agência Brasil

uma liminar, concedida pelo juiz Aluízio Bezerra Filho, da 4ª Vara da Fazenda Pública de João Pessoa, nesta segunda-feira (8) permitiu o funcionamento das lojas de veículos em João Pessoa.

A decisão vem após o Sindicato do Comércio dos Revendedores de Veículos do Estado da Paraíba, contestar o decreto assinado pelo prefeito Luciano Cartaxo (PV), que proibiu o funcionamento dos estabelecimentos devido à pandemia da Covid-19.

Na decisão, o juiz determinou que os estabelecimentos devem atender alguns requisitos para garantir o funcionamento, como atendimento “personalizado, sem aglomerações e em locais abertos, amplos e arejados”. Além disso, medidas de prevenção como uso de máscaras por vendedores e clientes e disponibilização de álcool em gel devem ser adotadas.

O atendimento deverá ser “individualizado, afastando qualquer aproximação ou ajuntamento de pessoas”. De acordo com a decisão, as medidas são válidas até o fim da pandemia.

O procurador-geral do município, Adelmar Régis, afirmou que vai recorrer da decisão após notificação à prefeitura.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Delegado acusado de improbidade tem bens bloqueados pela Justiça

A Primeira Câmara Cível do Tribunal de Justiça da Paraíba determinou que a indisponibilidade de bens de um delegado da Polícia Civil seja limitada à importância de R$ 22.484,34 e…

Anísio cutuca adesão de Couto a RC: “Ele gosta de ser traído e será outra vez”

O deputado estadual Anísio Maia, que disputa a prefeitura de João Pessoa pelo PT nas eleições municipais desse ano, ironizou o anúncio de adesão do ex-deputado federal Luiz Couto (PT),…