A Paraíba o tempo todo  |

Justiça extingue ação que impedia eleição na API

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Foi extinta pela Justiça a ação contra a eleição da Associação Paraibana de Imprensa (API), movida pelos jornalistas Walter Santos, Gisa Veiga e Sandra Moura. Ainda de acordo com a decisão judicial, os três foram condenados ao pagamento de 1 mil reais referente aos honorários advogado de João Pinto, atual presidente da API.

Walter, Gisa e Sandra ajuizaram uma ação pedindo a suspensão do pleito da API. Eles alegaram a atual diretoria teria associado cerca de 100 jornalistas, sem que estes passasem pelo crivo do Conselho Fiscal. A eleição foi suspensa preventivamente e o presidente da instituição recorreu.

No entanto, Walter, Gisa e Sandra não apresentaram a ação principal e por isso o juiz extinguiu o processo sem resolução de mérito. Eles ainda estão obrigados a pagarem os honorários do advogado de João Pinto.

 

PB Agora

 

Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe