Por pbagora.com.br

Em decisão neste sábado (18), o desembargador João Benedito da Silva, no exercício da Jurisdição Plantonista de Segundo Grau, concedeu liminar em favor da Prefeitura de Conde, que ingressou com ação para contrapor liminar concedida na sexta-feira (17) que proibia a gestão da prefeita Márcia Lucena de realizar barreiras sanitárias e impedir a entrada de não residentes no município, com intuito de coibir a proliferação do coronavírus (Covid-19) na cidade.

A Nova decisão deve ser comunicada com urgência ao juízo de 1º grau.

A decisão que liberava a locomoção de turistas nas praias de Conde havia sido tomada pela juíza Lessandra Nara Torres Silva, da Vara Única de Conde, quando deferiu parcialmente a tutela antecipada requerida pelo Ministério Público estadual para suspender os efeitos do artigo 1º, parágrafos 1°, 2°, 3°, 4°, 5° e 6°, e o artigo 5°, todos do Decreto Municipal n° 0238/2020, editado pela prefeita da cidade de Conde, que dispunha  sobre a instituição de barreiras sanitárias no Município com o intuito de impedir a proliferação da infecção pelo novo coronavírus (Covid-19).

CONFIRA A DECISÃO 

DECISÃO CONDE

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Conselho da OAB-PB aprova desagravos públicos contra delegados após confusão na Central de Polícia

O Conselho Pleno da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Paraíba (OAB-PB), aprovou, por unanimidade, durante reunião extraordinária realizada na noite desse domingo (27), através do sistema de videoconferência, desagravo…

Raoni denuncia baixa qualidade da merenda escolar em JP: “Não servem nem para porcos”

Candidato à prefeitura de João Pessoa, o ex-deputado Raoni Mendes, do Democratas, denunciou o baixa qualidade da merenda escolar distribuída atualmente pela prefeitura de João Pessoa e ressaltou que o…